Olho Neles! As promessas do UFC St. Louis

Conheça três nomes que podem roubar a cena no evento deste domingo (14)

Bem-vindos a mais um ano de Olho Neles, onde em cada semana de luta falarei sobre um trio de novos e emergentes talentos prontos para entrar no octógono para entretê-lo.

UFC Belém: Cadastre-se e saiba tudo sobre o evento

Uma série de grandes lutadores já apareceram nesta coluna ao longo dos últimos anos - nomes bem ranqueados como Brian Ortega e Jimmie Rivera, promessas intrigantes como Curtis Blaydes e Paulo Costa e desafiantes ao cinturão, como Francis Ngannou e Volkan Oezdemir - e o plano é introduzir a vocês mais alguns talentosos atletas ao longo dos próximos 12 meses, começando pelo primeiro evento da campanha de 2018.

Olho Neles!

Confira o card completo do UFC St. Louis

Matt Frevola

Último contratado no Dana White’s Tuesday Night Contender Series a fazer sua estreia no octógono, Frevola leva um cartel perfeito de 6-0 para seu duelo de pesos-leves contra Marco Polo Reyes neste domingo.

Após somar três vitórias em oito meses e aumentar seu cartel para 4-0, Frevola subiu um degrau no nível de competição lutando pelo Titan FC, vencendo Raush Manfio por decisão unânime antes de tirar a invencibilidade de Luke Flores. Aos 27 anos, ele nocauteou ou finalizou seu oponente em quatro de suas seis vitórias e nunca perdeu, tendo somado 8-0 como amador antes de se profissionalizar em 2014.

Frevola terá uma dura missão neste final de semana, já que Reyes é o oponente mais experiente que ele enfrentou, tendo um cartel de 3-1 no UFC e 7-5 na carreira. A divisão peso-leve é repleta de talentos, então a única maneira de se destacar e começar a fazer seu nome é adicionar mais uma vitória impressionante ao currículo e manter seu cartel intacto enquanto começa sua jornada no UFC.

Danielle Taylor

Taylor foi derrotada por decisão dividida em sua estreia no UFC em agosto de 2016, mas encontrou o sucesso na divisão peso-palha no ano passado, vencendo Seohee Ham e Jessica Penne. Agora, ela busca a terceira consecutiva em um duelo no card preliminar contra a durável veterana JJ Aldrich em St. Louis.

Aos 28 anos, Taylor é uma lutadora que entra e sai, compensando sua baixa estatura com rápidos socos e chutes antes de recuar. Após não conseguir colocar seu jogo em sua primeira aparição no octógono, a norte-americana fez um bom trabalho ao ajustar sua velocidade e movimentação em suas duas lutas mais recentes.

Vindo de sua primeira vitória no UFC, Aldrich é mais experiente do que indica seu cartel de 5-2, e é uma oponente dura para qualquer uma. Se Taylor conseguir conquistar sua terceira vitória seguida, poderemos vê-la entrando no Top 15 da divisão peso-palha.

Mads Burnell

Enquanto alguns olham simplesmente para o resultado, a verdade sobre a estreia de Burnell no UFC em setembro é que o peso-leve dinamarquês se saiu bem contra o forte brasileiro Michel Prazeres, visto que aceitou a luta com um mês de antecedência e Michel não bateu o peso por mais de 1kg.

Com o benefício de um camp completo desta vez, o atleta de 23 anos busca voltar à coluna das vitórias contra Mike Santiago.

Resultado à parte, teve muito a se admirar na performance de Burnell contra Michel em Roterdã, já que ele foi capaz de aguentar o veterano no início e mostrou flashes de potencial. Com bom tamanho para a divisão e um jogo sólido de chão, Burnell é definitivamente alguém para se ficar de olho daqui para frente.

Santiago foi um dos primeiros atletas revelados pelo DWTNCS a estrear no octógono, substituindo Nick Hein contra o então estreante Zabit Magomedsharipov no mesmo card em setembro na Holanda em que Burnell enfrentou Michel. A derrota deu fim à sua impressionante sequência de 11 vitórias e ele estará sedento por voltar a vencer, então caso Burnell consiga impedir que isso aconteça e conquistar seu primeiro triunfo no UFC, ele dará um passo à frente na talentosa divisão dos leves já no início de 2018.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube

Midia

Recente
Lutadores subiram na balança na madrugada deste sábado. Evento com Maurício Shogun, Glover Teixeira e Vitor Miranda acontece neste domingo (22), a partir de 11h20.
21/07/2018
Maurício Shogun enfrenta Anthony Smith, Glover Teixeira luta contra Corey Anderson e Vitor Miranda desafia Abu Azaitar. O evento acontece neste domingo (22), a partir de 11h20 no Canal Combate.
20/07/2018
Mauricio Shogun conquistou o cinturão dos meio-pesados ao nocautear Lyoto Machida no UFC 113, em 2010. O brasileiro retorna ao octógono neste domingo, na luta principal do UFC Hamburgo.
17/07/2018
Confira o que disse o ex-campeão dos pesados após superar Blagoy Ivanov em cinco rounds na luta principal do UFC Boise, realizado no último sábado (14).
15/07/2018