Olho neles! As promessas do UFC Sydney

 
Pela quinta vez na história do UFC, o Octógono desembarca em Sydney, na Austrália, para um grande evento de 13 lutas no Qudos Bank Arena.

A última vez que o Ultimate passou pela cidade foi há três anos e, naquela noite, os 11 pares de combatentes que entraram no cage combinados fizeram história, já que todas as batalhas terminaram antes do tempo previsto. Apenas uma luta atingiu o terceiro round e, mesmo assim, Louis Smolka só precisou de 18 segundos dele para vencer Richie Vaculik.

Apesar de ser impossível prever se a história se repetirá neste fim de semana, há alguns talentos emergentes em que você deveria prestar especial atenção no sábado à noite.

Olho neles!

Jessica-Rose Clark

Clark estava se preparando para lutar no Invicta FC no início de dezembro, mas quando Joanne Calderwood precisou se afastar da luta contra com Bec Rawlings em cima da hora, a atleta de Cairns, na Austrália, ficou mais que feliz em adiantar seus planos e fazer sua estreia promocional em seu país de origem estrelando a penúltima batalha da noite.

A peso-mosca de 29 anos percorreu o mundo em busca de desafios e oportunidades desde que estreou no Invicta FC há dois anos, em Las Vegas. Depois de ser derrotada por Pam Sorenson e Sarah Kaufman, Clark se recuperou com uma vitória por decisão dividida sobre Carina Damm no Titan FC em agosto e, enquanto a oportunidade de subir no Octógono veio com pouco aviso, a corajosa australiana já estava se preparando para uma luta, então ela deverá estar na melhor forma quando entrar no famoso cage do UFC pela primeira vez.

Esta é uma tremenda oportunidade para Clark não apenas conquistar sua vitória inicial no UFC, mas também ter uma vantagem na divisão de peso mosca feminino, já que a oponente Rawlings é bem estabelecida no evento. Como as coisas realmente começarão a andar para o peso-mosca feminino nas próximas semanas, uma forte performance aqui faria de Clark a segunda lutadora a ter uma vitória na mais nova divisão do UFC e acertaria o cenário para um grande desafio em sua próxima aparição


Frank Camacho

As primeiras impressões nem sempre são válidas no jogo do MMA, e Camacho está aí para provar que o que os fãs viram em sua estreia no UFC foi apenas uma fatia do que ele é capaz de fazer quando tem uma preparação completa.

Escalado para substituir Jonathan Meunier contra Li Jingliang com apenas 10 dias de aviso em junho, "Frank the Crank" acabou no lado errado de uma decisão unânime onde mostrou uma tonelada de equilíbrio e resistência, levando o primeiro round contra "The Leach" antes que a falta de tempo de preparação começasse a atrapalhá-lo. Desta vez, no entanto, o atleta de Saipan, Ilhas Marianas, desfrutou de um camp de treinamento completo antes de sua segunda aparição no Octógono contra o veterano australiano Damien "Beatdown" Brown.

Camacho ganhou cinco de seis antes de sua estreia em junho, e liquidou o combate em todas as suas 20 vitórias, exceto duas. O fim de semana pode representar uma oportunidade muito melhor para mostrar seu arsenal completo de habilidades.

Nadia Kassem

Invicta, Kassem estava escalada para fazer sua estreia no UFC em maio contra JJ Aldrich em Auckland, mas uma lesão no final do treinamento forçou-a a sair do card. A perda de Auckland é o ganho de Sydney, no entanto, pois a promessa de 21 anos agora enfrenta Alex Chambers em combate totalmente australiano.

Kassem precisou de pouco mais de dois minutos somados para conquistar quatro vitórias em sua carreira profissional, mas o confronto com Chambers é um passo significativo na competição. Apesar de um hiato de dois anos, a "Astro Girl" do TUF 20 é de longe a adversária mais experiente que Kassem enfrentou até hoje, tendo compartilhado o cage com Mizuki Inoue, Jodie Esquibel, Kailin Curran e Paige VanZant, além de ter enfrentado a atual campeã Rose Namajunas durante o The Ultimate Fighter.

Dito isto, é difícil ignorar o começo elétrico de Kassem em sua carreira. Se a talentosa jovem de 21 anos manter o tipo de performance que já teve quando entrar no maior palco do MMA no mundo, ela se estabelecerá como um dos mais intrigantes novos rostos no lado feminino da lista de promessas para 2018.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Baixe o aplicativo do UFC

Midia

Recente
Relembre vitória de Michael Bisping sobre Cung Le no UFC Macau, na China, em 2014. O ex-campeão dos médios encara Kelvin Gastelum na luta principal do UFC Xangai, nesse sábado (25).
19/11/2017
Menos de três semanas após perder o cinturão dos médios, Michael Bisping ganhou uma nova chance de subir ao octógono frente a Kelvin Gastelum na luta principal do UFC Xangai. Confira o que o inglês pensa sobre o duelo.
22/11/2017
A partir das 9h, assista Ao Vivo à pesagem de todos os lutadores do UFC Xangai. Evento acontece nesse sábado (25), com transmissão exclusiva do Canal Combate.
24/11/2017
Confira o que Kelvin Gastelum pensar sobre Michael Bisping e os seus planos para a luta principal do UFC Xangai, que acontece nesse sábado (25), na China.
22/11/2017