UFC 220: Pontos de Discussão

 

Parecia que ele enfrentava uma força imbatível, mas o campeão Stipe Miocic aproveitou seu momento icônico derrotando Francis Ngannou no UFC 220 para se tornar o primeiro peso-pesado para alcançar as três defesas do título.

UFC Belém: Cadastre-se e saiba tudo sobre o evento

A conquista não pode ser exagerada. O título dos pesados ​é o mais difícil de defender várias vezes porque qualquer luta pode mudar em um piscar de olhos. Cain Velasquez, uma vez considerado o maior peso-pesado de todos os tempos, só conseguiu defender duas vezes antes de perder a coroa.

Falando sobre defesas de cinturão, falemos sobre o "velho e confiável" Daniel Cormier. Um dos atletas mais ferozes a pisar no Octógono, DC, mais uma vez, provou ser da elite da divisão dos meio-pesados ​​depois de desbancar Volkan Oezdemir.

É apropriado que Miocic e Cormier defendessem seus cinturões naquela que é conhecida como a "Cidade dos Campeões", porque nenhum homem ou mulher incorpora o significado da palavra melhor que eles.

Estes são os pontos de discussão do UFC 220.

Mais UFC 220: As reações à vitória de Miocic | E também à de Cormier | Fatos para a história

Superluta no horizonte no peso-pesado
Sentado ao lado do Octógono para acompanhar seu colega de equipe, Cormier, defender seu título, o ex-campeão dos pesados Cain ​​Velasquez agora se torna a luta dos sonhos para Miocic.

Velasquez está fora de ação enquanto se recupera de uma série de lesões, mas já trabalha para um retorno. Ele provavelmente precisa de uma vitória antes de enfrentar Miocic, mas uma disputa entre esses dois grandes vencedores será a maior luta dos pesos-pesados ​​na história do esporte.

Cormier continua a ser um dos maiores
As duas derrotas no cartel de Daniel Cormier são para um homem: Jon Jones. Muitos consideram "Bones" o maior de todos os tempos. Cormier não está muito atrás dele.

As conquistas em duas categorias de peso diferentes fazem de Cormier um campeão raro. Seu Q.I. de luta, a mentalidade de campeão, o exemplo que ele é fora do octógono e sua popularidade tornam-no um dos melhores no peso por peso.

O hype de Ngannou faz uma parada abrupta
Francis Ngannou preparou o cenário para a maior luta de sua carreira com uma corrida impressionante na divisão dos pesados. A derrota contra Miocic pode ser difícil de digerir, mas o "Predador" ainda tem um futuro brilhante com o potencial para ser campeão.

O primeiro round foi de luta franca, e Ngannou inocentemente esvaziou seu tanque de gás na tentativa de encaixar seus ferozes socos. Quando percebeu que não era a melhor abordagem, o campeão já tinha entrado em modo de guerra e sufocou o desafiante no resto do caminho.

O Ngannou que voltará após o UFC 220 será ainda mais assustador e mais preparado para reiniciar sua busca pelo ouro.

Lutadores da casa têm noite perfeita
Calvin Kattar, Rob Font e Kyle Bochniak levaram para casa as grandes vitórias na frente de seus fãs em sua cidade natal. Todos esperavam ter boas performances na véspera do grande jogo do New England Patriots contra o Jacksonville Jaguars no jogo do título AFC.
Sábado, Outubro 27
Moncton, New Brunswick

Midia

Recente
Em 2007, o renomado fotógrafo Kevin Lynch publicou um livro de suas fotografias emblemáticas do UFC, que reestruturaria dramaticamente a imagem do esporte e dos seus atletas.
17/10/2018
Em 16 de outubro de 1998, na primeira edição do UFC no Brasil, Frank Shamrock defendeu o cinturão dos médios contra John Lober. Relembre!
16/10/2018
Há 20 anos, na primeira edição do UFC no Brasil, Pedro Rizzo nocauteava Tank Abbott. Relembre!
16/10/2018
Há 20 anos, na primeira edição do UFC no Brasil, Vitor Belfort vencia Wanderlei Silva de maneira avassaladora. Relembre.