Quem foram os grandes vencedores do UFC Norfolk?

Saiba quais atletas saíram mais valorizados do evento do último sábado (11)

O UFC Norfolk ficou para trás, e agora que a poeira baixou em Virginia, é hora de analisar quem foram os grandes vencedores do último sábado no Ted Constant Convocation Center.

Mais UFC Norfolk: Vote na melhor luta da noite | Fatos para a históriaPoirier derrota Pettis em batalha sangrenta | Assunção e Mutante vencem no card principal | Marlon Moraes vence no card preliminar

1 - Dustin Poirier

Um dos mocinhos do MMA, Dustin Poirier fará um leilão do kit utilizado por ele na luta de sábado contra Anthony Pettis para arrecadar dinheiro para a família do policial Michael Middlebrook, que foi morto em serviço em outubro. Quem quer que vença o leilão receberá uma boa recordação da emocionante (e sangrenta) vitória de Poirier sobre Anthony Pettis. Mas o que ficou perdido em meio à batalha entre dois veteranos do WEC foi que o “Diamante” se manteve fiel ao plano de jogo e não ficou preso em uma guerra de trocação com Pettis. Essa evolução vai lhe fazer bem durante os próximos passos rumo a uma oportunidade pelo cinturão dos leves. O vencedor de Eddie Alvarez-Justin Gaethje e depois um title-shot? Parece bom para mim.

2 - Matt Brown

Quando falei com Matt Brown antes de seu duelo no sábado com Diego Sanchez, estava claro que ele estava em cima do muro sobre se aposentar do esporte. Então pedi a ele um favor, dizendo que se ele fosse oficialmente pendurar as luvas, que o fizesse mais para o fim do ano, para que o cara que vem cobrindo sua carreira desde 2008 tivesse o domingo de folga sem ter que escrever um artigo sobre sua aposentadoria. Brown riu, concordou e cumpriu sua palavra. Eu tive o domingo de folga. Mas falando sério, acredito firmemente que o único que tem o direito de falar sobre aposentadoria nesse esporte é o lutador, então essa decisão é totalmente de Matt Brown. Seria um nocaute com uma cotovelada a maneira perfeita de caminhar rumo ao pôr do sol? Sim. Mas além da luta de sábado, achei que Brown esteve bem contra Donald Cerrone, então talvez o “Imortal” ainda tenha algo a dar. Mas, novamente, essa decisão é só dele, e se esse for o fim, bem, foi ótimo acompanhar sua jornada, e foi uma honra cobri-la.

3 - Clay Guida

Não tem muitas pessoas de quem eu goste mais nesse esporte - profissionalmente e pessoalmente - do que Clay Guida e Joe Lauzon. Então, em um mundo perfeito, os dois teriam feito uma épica luta terminada em empate e com bônus de Luta da Noite incluso. Isso não aconteceu, porque o melhor cenário para as pessoas que você gosta geralmente não acontece no MMA. Mas apesar de ficar sentido pela derrota de Joe, também fiquei feliz por Guida após sua segunda vitória impressionante consecutiva desde o retorno para o peso-leve. Lembre-se, este é um cara no meio de seus 30 anos que foi descartado por muitos após derrotas para Brian Ortega e Thiago Tavares nos penas. Mesmo assim, o “Carpinteiro” esteve melhor do que nunca como leve em 2017, e se alguém fez por merecer uma segunda vida no UFC, foi ele.

4 - Raphael Assuncao

Raphael Assunção não tem um apelido, mas, se ele estiver no mercado à procura de um, “O Profissional” se encaixa perfeitamente. Tudo o que o peso-galo faz é aparecer, bater o peso, lutar e, 9 a cada 10 vezes, vencer. Melhor dizendo, após a vitória sobre Matthew Lopez no último sábado, são 10 vitórias em 11 lutas como peso-galo. Com três triunfos consecutivos sobre Aljamain Sterling, Marlon Moraes e agora Matthew Lopez, Assunção conquistou um lugar na conversa sobre uma disputa de título, e por que não um terceiro episódio contra o campeão TJ Dillashaw no início de 2018? “O Profissional” fez por merecer.

5 - Nina Ansaroff

Me sinto mal por Nina Ansaroff nos últimos dois anos. Sim, é ótimo que ela esteja em um relacionamento com a campeã peso-galo Amanda Nunes e que as coisas estejam indo bem, mas praticamente todas as histórias escritas sobre ela falam mais de sua vida pessoal do que profissional. Isso provavelmente não vai mudar tão rápido, mas com a empolgante vitória de Nina sobre Angela Hill no sábado, ela finalmente está caminhando rumo à elite do peso-palha, e, com dois triunfos consecutivos, talvez as pessoas finalmente comecem a prestar atenção no aspecto de lutadora em sua vida.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Baixe o aplicativo do UFC

Midia

Recente
Relembre vitória de Michael Bisping sobre Cung Le no UFC Macau, na China, em 2014. O ex-campeão dos médios encara Kelvin Gastelum na luta principal do UFC Xangai, nesse sábado (25).
19/11/2017
Menos de três semanas após perder o cinturão dos médios, Michael Bisping ganhou uma nova chance de subir ao octógono frente a Kelvin Gastelum na luta principal do UFC Xangai. Confira o que o inglês pensa sobre o duelo.
22/11/2017
A partir das 9h, assista Ao Vivo à pesagem de todos os lutadores do UFC Xangai. Evento acontece nesse sábado (25), com transmissão exclusiva do Canal Combate.
24/11/2017
Confira o que Kelvin Gastelum pensar sobre Michael Bisping e os seus planos para a luta principal do UFC Xangai, que acontece nesse sábado (25), na China.
22/11/2017