Rafael Sapo: A maior luta de sua vida

"Eu já tenho três vitórias, e espero fechar o ano com uma quarta vitória. Estou muito feliz com esta oportunidade. 2013 foi talvez o melhor ano da minha vida." - Rafael Sapo
Peso médio do UFC - Rafael SapoRafael "Sapo" Natal admite que depois de sua luta principal do UFC Fight Night contra Tim Kennedy nesta quarta-feira , ele provavelmente vai fazer uma pequena pausa e desfrutar as férias e comemorar seu aniversário no Brasil. E ele já tem motivos para celebrar, com a luta de Kennedy sendo sua quarta do ano. Mas, por enquanto , ainda há trabalho a ser feito , e ele está ansioso para fazê-lo.

"Esta é a maior oportunidade da minha carreira e a maior luta da minha vida", disse o atleta de 30 anos de idade. "Quando (o presidente do UFC) Dana White me ligou para meu agente e me pediu para lutar contra Tim Kennedy na luta principal, foi uma grande surpresa para mim, mas eu disse ‘é claro’. Eu estava esperando por essa oportunidade por toda a minha vida, eu treinei duro para conseguir uma grande luta como essa, e tenho certeza que se eu derrotar Tim Kennedy, a vitória vai me colocar em um nível diferente , e isso me deixa muito animado."

Isso é incentivo suficiente por si só para calçar as luvas mais uma vez, mas mesmo sem esta vaga na luta principal, Sapo estava se preparando para uma quarta viagem ao octógono, originalmente ele enfrentaria Ed Herman no UFC 167 no dia 16 de novembro. Mas quando o adversário original de Kennedy, Lyoto Machida, foi transferido para a luta principal de 26 de outubro confronto com Mark Munoz, uma vaga estava aberta enfrentar o ex-astro do Strikeforce, e Sapo aceitou ansiosamente um confronto com alguém que ele respeita muito.

"Ele é um grande lutador ", disse Sapo sobre Kennedy. "Vi suas lutas contra o Jacaré (Souza) , (Luke) Rockhold e Roger Gracie, e esses são alguns dos melhores lutadores do mundo . Ele perdeu por decisão para Jacaré e Rockhold e bateu Roger Gracie, e eu o respeito muito. Ele é um cara muito duro, ele é um grande lutador, tem um grande cardio, e sua trocação é muito boa , mas estou pronto. Estou pronto para a guerra."

Ele precisa estar, já que ele está lutando contra o veterano do Exército dos EUA na frente dos homens e mulheres das Forças Armadas, algo que não incomoda o brasileiro.

"Eu não estou lutando na cidade natal dele, estou lutando dentro da casa dele, e essa é a verdade", Sapo ri. "Alguns dos meus treinadores temem que eu perca minha concentração, porque todo mundo vai me vaiar, mas isso irá me fortalecer. Não posso perder minha concentração. Fiz assim quando lutei em minha cidade natal, e não me deixei levar pela torcida, e agora vou focar e me empolgar com a torcida do meu oponente. Estou me sentindo muito bem."

Outro dia, outra luta dura, mas Rafael Sapo não está reclamando .

"Às vezes, muitos lutadores se queixam que não têm uma luta e querem atuar mais, e eu não posso reclamar", disse ele . "Eu treino duro todos os dias e estou muito feliz de estar lutando novamente. Vai ser a minha quarta luta e tive grandes resultados. Eu já tenho três vitórias, e espero fechar o ano com uma quarta vitória. Estou muito feliz com esta oportunidade. 2013 foi talvez o melhor ano da minha vida."


 

Watch Past Fights

Midia

Recente
Atletas fazem a luta principal do UFC Oklahoma, neste domingo, mas já estão se provocando há um bom tempo. Veja como tudo aconteceu.
22/06/2017
Relembre vitória por finalização de Michael Chiesa sobre Jim Miller, em 2015. Chiesa volta ao octógono no próximo domingo (25) para enfrentar Kevin Lee na luta principal do UFC Oklahoma.
16/06/2017
Relembre vitória por decisão unânime de Kevin Lee sobre James Moontasri no UFC San Diego, em 2015. Lee volta ao octógono no próximo domingo (25) para enfrentar Michael Chiesa na luta principal do UFC Oklahoma.
17/06/2017
Brasileira enfrentará Megan Anderson pelo cinturão linear da categoria feminina dos penas no UFC 214, dia 29 de junho, em Anaheim, nos Estados Unidos
19/06/2017