Dez Melhores - As Lutas do Ano de 2012

As premiações extra-oficiais da temporada 2012 continuam com as maiores lutas do ano...
Miller vs. Lauzon - <a href='../event/UFC-Silva-vs-Irvin'>UFC </a>155A premiação extra-oficial do UFC está quase terminando, então, como a penúltima munição, você chega até aqui para saber quais são as melhores lutas do ano passado.

10 - Louis Gaudinot finalizou John Lineker no R1 - UFC: Diaz vs. Miller   
O cabelo verde de Louis Gaudinot estava voando em 5 de maio, e com razão, o ex-competidor do Ultimate Fighter tinha acabado de se posicionar  em uma série furiosa de trocação com o estreante brasileiro John Lineker. Representando não apenas a si mesmo no UFC, mas o seu estado natal, Nova Jersey e a nova divisão peso mosca do UFC, Gaudinot lutou como se tudo estivesse em jogo, e Lineker o acompanhou passo a passo. O resultado final foi uma luta que fez você exigir mais ação da categoria até 57 quilos no Octógono e que mostrou ao mundo que o vencedor por finalização no segundo round - Gaudinot - não era o mesmo lutador no peso mosca como foi no galo. E isso é uma coisa boa.      
      
9 - James Te Huna bateu Joey Beltran por decisão - UFC: Munoz vs.Weidman    
James Te Huna e Joey Beltran são dois atletas de fala mansa, mas já provaram que você não quer se encontrar com eles no Octógono na noite da luta. Puro e simples, eles são lutadores contundentes que estão dispostos a passar por tudo a fim de surrar seus adversários. E em 11 de julho, eles morderam seus protetores bucais e foram para a guerra que resultou na "Luta da Noite". Beltran foi abalado várias vezes, mas continuou indo para cima, e Te Huna, apesar de sofrer fraturas na mão e no pé, foi capaz de sair vitorioso após três rounds por decisão unânime.      
      
8 - Anderson Silva bateu Chael Sonnen por TKO- UFC 148      
Pelo drama, a revanche entre o chefe do peso médio Anderson Silva e o desafiante um número Chael Sonnen no UFC 148, em julho, é difícil de ser superada. Os preparativos para a luta foram épicos, e logo que Sonnen levou Anderson para baixo, a multidão, no MGM Grand Garden Arena, entrou em erupção e os fãs não pararam até que o final veio no segundo assalto, com Anderson vencendo por TKO. Entre esses dois momentos, Sonnen dominou no solo no round de abertura antes de Anderson se recuperar no segundo, como só ele sabe fazer. Quase dois anos de ansiedade precederam esta disputa, e o resultado final correspondeu.      
      
7 - Demetrious Johnson bateu Joseph Benavidez por decisão - UFC 152      
Para a primeira disputa de peso mosca da história do UFC, o encontro de 22 de setembro entre Demetrious Johnson e Joseph Benavidez não poderia ter sido melhor. Com alterações no panorama, ação ultra-rápida e de alto nível no MMA, estes dois atletas até 57kg lembraram aos aficionados de luta porque eles amam o esporte. No final, Johnson levou a vitória por decisão dividida sobre Benavidez, mas você tem a impressão de que os dois irão eventualmente se encontrar de novo com o título em jogo.      
      
6 - Jon Fitch bateu Erick Silva por decisão - UFC Rio 3      
Erick Silva era o figurão do Brasil, a jovem arma deveria dar o salto para o nível de elite da divisão meio-médio ao derrotar um dos mais respeitados até 77 quilos, Jon Fitch no UFC Rio 3, em outubro. Fitch não seria facilmente despachado, na verdade, ele fez uma de suas melhores performances da carreira antes de vencer por decisão após escapar de algumas situações precárias na luta de solo. A lição aqui? Não coloque Jon Fitch contra a parede, ele só vai lutar mais.      
      
5 - Georges St-Pierre bateu Carlos Condit por decisão- UFC 154      
Muitos observadores queiram saber qual o efeito que o afastamento de quase 19 meses faria com o campeão meio-médio Georges St-Pierre, especialmente considerando que o tempo fora foi para a reabilitação de um ligamento do joelho. Eles não precisam se preocupar, St-Pierre estava em forma privilegiada em novembro contra o campeão interino Carlos Condit. E enquanto a pontuação final de 50-45 (duas vezes) e 49-46 faria você pensar que foi uma luta de completo domínio, Condit foi competitivo e perigoso todo o tempo, especialmente quando derrubou GSP com um chute na cabeça no terceiro round. Esta foi uma disputa de título em grande estilo, e nenhum fã deixou Bell Centre de Montreal desapontado.      

4 -
Benson Henderson bateu Frankie Edgar I por decisão - UFC 144      
Dois dos mocinhos do esporte encontraram-se, no caso, na luta principal do UFC 144 no Japão em fevereiro, mas Benson Henderson e Frankie Edgar batalharam como inimigos por 25 minutos, com Henderson levando o cinturão peso leve do UFC por decisão após cinco rounds. Foi uma luta que mostrou todas as melhores partes deste esporte, não apenas os aspectos técnicos, mas as coisas que você realmente não pode transcrever como o coração e determinação. Como de costume, Edgar teve que se recuperar das adversidades, cimentando a sua reputação como um dos heróis do esporte, mas Henderson manteve a calma, escolhendo seus pontos e, em seguida, entrando em erupção com uma explosão de energia quando precisava. Foi divertido, uma luta muito disputada para assistir, e a revanche no UFC 150 seria na mesma proporção.      
      
3 - Eddie Yagin bateu Mark Hominick por decisão - UFC 145      
Depois de Mark Hominick lutar pelo título peso pena contra José Aldo em 2011 e, em seguida, encarar o top "The Korean Zombie", Chan Sung Jung, muitas pessoas se surpreenderam quando ele foi colocado diante do relativamente desconhecido Eddie Yagin no UFC 145, em abril. Mas se alguns fãs não conheciam o havaiano, Hominick tinha ciência, dizendo antes da luta, "Mesmo que seja um novato para o fã casual, conheço muito melhor do que muitos caras que o fã casual pode conhecer. Ele tem mais histórico, mais experiência e mais anos no esporte do que um monte de caras em nossa divisão juntos."
Então, o que aconteceu na noite da luta não deve ter sido um grande choque para "The Machine", sangue e suor voando durante três assaltos e o duelo facilmente levou as honras de "Luta da Noite". Sofrendo knockdowns nos rounds um e dois, Hominick se recuperava e caia para dentro, e apesar de um round final forte, não foi o suficiente para mudar o veredicto da decisão dividida, garantindo que os fãs conhecessem quem Eddie Yagin era a partir de agora.      
      
2 - Chan Sung Jung finalizou Dustin Poirier - UFC: Korean Zombie vs. Poirier    
Quando o UFC instituiu a luta principal (mesmo sem valer cinturão) com cinco rounds no ano passado, houve a preocupação de que talvez alguns combates não rendessem tanto. A guerra peso pena entre Chan Sung Jung e Dustin Poirier não foi um desses combates, especialmente com os dois postulantes na categoria até 66 kg sendo agressivos com jogos de alto nível. Mas a luta deles poderia corresponder às expectativas no dia 15 de maio? Com certeza superou, com "The Korean Zombie" continuando a mostrar sua evolução. Mas, lá pelo terceiro assalto, o cansaço apareceu, e Poirier aproveitou. Até o início do quarto round, o momento era do "The Diamond" que estava prestes a vencer. Mas o Zombie fez jus ao apelido, acertando Poirier com bons golpes antes de finalizar com um triângulo de mão aos 1:07. Lutadores peso pena em uma ação peso pesado.      
      
1 - Jim Miller bateu Joe Lauzon por decisão - UFC 155      
Até o final do primeiro round, em 29 de dezembro, parecia que Jim Miller estava selando seu "KO da Noite" contra Joe Lauzon. Mostrando algumas das suas melhores técnicas na trocação, Miller abriu o rosto de Lauzon, e a maioria acreditava que não havia maneira de o rei bônus de Massachusetts continuar. Mas ele continuou e, ao longo dos próximos dois rounds, se engajou com Miller em uma batalha lá e cá, que não apenas exibiu grandes habilidades técnicas, mas coração, coragem, desejo, determinação. O braço de Miller foi levantado no final, mas Lauzon não foi perdedor aqui, e com suas tentativas de finalização e a capacidade de lutar sangrando podem ter feito com que ele tenha conquistado ainda mais fãs.      

Mença Honrosa– Carlos Condit-Nick Diaz, Ivan Menjivar-John Albert, Brad Pickett-Damacio Page, Mauricio Rua-Brandon Vera, Joe Lauzon-Jamie Varner, Bryan Caraway-Mitch Gagnon, Jake Ellenberger-Diego Sanchez, Igor Pokrajac-Fabio Maldonado, Eddie Wineland-Scott Jorgensen, Robert Whittaker-Bradley Scott

VENCEDORES ANTERIORES
2011 - Henderson-Rua
2010 - Anderson-Sonnen I
2009 - Sanchez-Guida
2008 - Griffin-Jackson
2007 - Huerta-Guida
2006 - Sanchez-Parisyan
2005 - Griffin-Bonnar I

Midia

Recente
Estrelas do UFC receberam os fãs nesta quarta-feira (17), no Shopping Iguatemi Alphaville, em Barueri. Confira como foi! O Canal Combate transmite o UFC Barueri, ao vivo, neste sábado (20), à partir das 22 horas.
18/12/2014
Media Day e Treinos Abertos do UFC Fight Night Barueri no Allianz Parque em 18 de dezembro, 2014 em São Paulo, Brasil. (Fotos de Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)
18/12/2014
Lyoto Machida comenta como foi sua luta contra Chris Weidman e o que poderia ter feito diferente. O Karateka fala também como pretende usar seu 'jogo' contra CB Dollaway e o que espera de Anderson Silva x Nick Diaz e Chris Weidman x Vitor Belfort.
18/12/2014
Atleta brasileiro diz que, dessa vez, espera o apoio da torcida no duelo contra o Jake Collier. 'Na minha primeira luta o pessoal apoiou o Cara de Sapato', lembra. O Canal Combate transmite o evento, ao vivo, à partir das 22 horas.
18/12/2014