As 11 possíveis grandes lutas de 2014

Listamos as unanimidades, deixe a sua particular nos comentários abaixo.
Janeiro de 2014 nem chegou na sua metade e já temos uma série de lutas cercadas por expectativas de fãs e especialistas. Obviamente existem lutas com particularidades nos cards principal e preliminar dos eventos confirmados pela organização, mas reunimos 11 deles que são unanimidade, e ao serem confirmados a frase "este não perco de jeito nenhum" foi pronunciada. Vamos à eles:

Dois ex-campeões, Ben Henderson (UFC) e Josh Thomson (Strikeforce) fazem a 1ª luta do ano candidata imediata a melhor de todos os tempos dentro do UFC, devido a expectativa em torno do duelo.Thomson era o desafiante ao título leve, mas uma lesão do campeão Anthony Pettis alterou os  planos pelo cinturão. Agora, o ex-lutador do Strikeforce trava um duelo de gigante contra Thomsom, que busca construir um caminho para retomar o título.
Dia 25 de janeiro, Fight Night Bendo x Thompson em Chicago, IL.

 

Na divisão mosca, um batalha de nocauteadores. John Lineker e Ali Bagautinov vão colidir de olho da vaga de desafiante ao cinturão. Lineker e Bagautinov elevaram a categoria mosca para uma das mais emocionantes do UFC.
Antes dessa dupla, nocaute e mosca pareciam não combinar. A ação e a forma que golpeiam seus adversários elevou a categoria a um patamar de gigantes.
Dia 1º de fevereiro, UFC 169 em Newark, NJ.



 
Em um combate de desesperados, dois dos mais temidos pesos pesados do esporte – Frank Mir e Alistair Overeem – fazem a luta do tudo ou nada. Com três derrotas seguidas, Mir respira por aparelhos na divisão em que esteve no topo por duas vezes. A situação de Overeem também não é das melhores. O exímio striker viu suas credenciais afundarem ao ser nocauteado nas duas últimas lutas. Ambos irão para o duelo de forma conservadora ou vão trazer agressividade extra para apagar a má fase? Não vai dar para piscar!
Dia 1º de fevereiro, UFC 169 em Newark, NJ.

 
O brasileiro rei do peso pena José Aldo é o primeiro campeão a defender sua coroa no ano de 2014. Aldo encara Ricardo Lamas em ótima fase, com quatro vitórias seguidas. O brasileiro terá pela frente um adversário versátil que aproveita qualquer brecha para lançar suas cotoveladas.
Essa será a sexta defesa de cinturão de José Aldo, que foi nomeado campeão peso pena do UFC em 2011 após reinar no extinto-WEC com um recorde impecável de oito vitórias em oito lutas e consequentemente a conquista do título em 2009.
Dia 1º de fevereiro, UFC 169 em Newark, NJ.


 

Com a nova contusão de Dominick Cruz, Renan Barão foi nomeado campeão linear peso galo do UFC, e vai defender seu cinturão contra o perigoso Urijah Faber. O potiguar quer fazer um raio cair duas vezes no mesmo lugar. Barão já derrotou Urijah em 2012. Já Urijah quer se consagrar não deixando isto acontecer, e esse segundo encontro entre os dois está prometendo demais.
Reconhecidamente o atleta que fez as divisões mais leves serem respeitadas, Faber, o California Kid, quer a pôr a cereja no bolo capturando o título galo da maior organização de MMA no mundo.
Dia 1º de fevereiro, UFC 169 em Newark, NJ.




 
Estrategistas farão a primeira luta principal do UFC no Brasil em 2014 com o carateca Lyoto Machida pegando Gergard Mousasi. Esse combate traz aspectos interessantes devido a semelhança nas táticas dos dois. Lyoto quer mostrar um novo atleta na nova divisão para alcançar o topo dos médios, já Mousasi sabe da importância da vitória sobre um ex-campeão meio-pesado para entrar atropelando no top-10.
Mousasi é ex-campeão do Strikeforce e colecionou cinturões na terra do Sol Nascente.
Fight Night Machida x Mousasi, dia 15 de fevereiro em Jaraguá do Sul, SC.

 
Ronda Rousey mal teve alguns dias de folga, quando durante coletiva pós-UFC 168 foi anunciado sua nova luta. Desta vez a loira do UFC encara a wrestler olímpica Sarah McMann, em fevereiro. O duelo será o principal do UFC 170. Qual medalha das atletas invictas falará mais alto? O bronze no judô de Ronda ou a prata de Sara no wrestling?
Dia, 22 de fevereiro, UFC 170 em Las Vegas, NV.






É para provar um ponto de vista aqui: o ex-campeão peso meio-pesado Rashad Evans dá as boas vindas na categoria ao campeão do GP do Strikeforce, Daniel Cormier. Evans quer fazer o ex-pesado Cormier se arrepender da decisão de baixar de categoria. Já Cormier busca estender seu cartel invicto para 14-0 e de quebra subir no ranking rumo a disputa de título.
Dia 22 de fevereiro, UFC 170 em Las Vegas, NV






Melhor brasileiro rankeado na divisão peso leve (#7), Rafael dos Anjos vai lutar contra o duro atleta do Daguestão radicado nos EUA, Rustam Khabilov. É um confronto de estilos que vai levar ambos ao extremo de suas habilidades, onde o carioca vem melhorando muito na trocação aliada ao seu jiu-jitsu afiado contra a força do rei dos suplês.
Dia 22 de fevereiro, UFC 170 em Las Vegas, NV



 

Com o afastamento de GSP do UFC, o canadense vagou o título peso meio-médio, e abriu espaço para que o último desafiante Johny Hendricks enfrentasse Robbie Lawler para definir o novo campeão. Os dois lutam para frente e buscam o nocaute o tempo inteiro. Hendricks tem aquela direita que mais parece uma bigorna, e terá a mesma testada em um clássico “fogo contra fogo”, uma vez que Lawler já mostrou o quão peso pesado são seus punhos e chutes, com dois nocautes em três lutas após seu regresso ao UFC.
Dia 15 de março, UFC 171 em Dallas, TX.



 
Sem sofrer nenhum perigo em suas lutas até a última defesa de título contra Alexander Gustafsson, o campeão peso meio-pesado Jon Jones terá pela frente a esperança brasileiro Glover Teixeira. Em recentes declarações, um viu brechas no jogo do outro que podem ser exploradas na luta principal. Baseado no jogo dos dois, será aquele típico duelo lá e cá repleto de adrenalina dentro de fora do Octógono. 
Ainda sem data oficializada.

Midia

Recente
Mark Hunt se tornou o primeiro lutador a nocautear Roy Nelson no Octógono. O atleta neozelandês analisa a luta e diz que espera lutar em quatro semanas no card em Sidney, Australia. Ative as legendas clicando em "cc".
20/09/2014
Miesha Tate derrotou a até então invicta japonesa Rin Nakai, por decisão unânime, e falou na entrevista pós-lutas que sua estratégia era usar a envergadura e ser agressiva. Ative as legendas clicando em "cc".
20/09/2014
Melhores momentos da coletiva de imprensa pós-lutas do Fight Night Japão.
20/09/2014
Assista à coletiva de imprensa pós-lutas ao vivo na sequência do evento.
15/09/2014