Top 5: Os melhores nocautes do primeiro semestre

Confira os nocautes mais marcantes do primeiro semestre no Ultimate
A categoria "melhor nocaute" é sempre a mais bem debatida. Embora não haja um acordo total sobre os cinco primeiros colocados do primeiro semestre de 2017, você não pode negar que estes foram muito bons.

Leia mais: Top 5: Os melhores novatos do primeiro semestre de 2017

1 - Mike Perry-Jake Ellenberger

Não há nenhuma ciência por trás da escolha dos melhores nocautes nestas listas. Mas todos eles exigem um "Oh!", ou um "Oh #$%$". Se você conseguir os dois e o salto da cadeira for alto, então é digno de um primeiro lugar, e é exatamente por isso que a vitória de Mike Perry sobre Jake Ellenberger está aqui. Essa batalha entre pesos meio-médios não era esperada para acontecer a distância, mas acho que ninguém viu o cotovelo de Perry chegar. Ellenberger certamente não. Assustador.

2 - Edson Barboza-Beneil Dariush

O mais assustador sobre Edson Barboza não é só um nocaute que pode vir a qualquer momento, mas que o brasileiro destrói seus adversários com esses ataques letais sem esforço e sem aviso. Um dia eu repassarei toda a história do UFC para ver em quantas listas como essa Barboza está, e acho que ele será visto como um dos maiores "strikers" da história da organização.

3 - Holly Holm-Bethe Correia

O mundo estava ansioso para ver a melhor Holly Holm aparecer novamente, em junho. Após uma série de lutas em que foi competitiva mas não espetacular, ela voltou de forma triunfal com um golpe na cabeça de Bethe Correia. Não foi apenas uma grande vitória que aplacou uma sequência de três derrotas seguidas para a ex-campeã galo, mas porque lembrou a todos o quão perigosa é uma das maiores "strikers" de todos os tempos quando está dentro do jogo.



4 - Marc Diakiese-Teemu Packalen

Deve ser desanimador lutar contra um cara como Marc Diakiese quando ele está no ritmo, confiante e ciente de que você não poderá ficar tanto tempo trocando com ele em pé. E se ele começa a sorrir, como aconteceu diante de Teemu Packalen, em março, é porque chegou o momento de você tentar derrubá-lo, procurar a saída do octógono, ou ambos. Packalen, no entanto, não teve essa chance. Com apenas 30 segundos do primeiro round, Diakiese disparou um "míssil" de mão direita que o derrubou.

5 - Damir Hadzovic-Marcin Held

Apesar da derrota para Mairbek Taisumov em 2016, Damir Hadzovic deixou uma boa impressão em sua estreia no UFC. Um ano mais tarde, em maio de 2017, ele voltou para enfrentar Marcin Held e se redimiu. Ele precisou de três rounds para vencer, e eis que conseguiu aos sete segundos após acertar Held com uma joelhada de encontro e acabar com o jogo. Essa é a lição para vocês, crianças: não desistam.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Baixe o aplicativo do UFC
Sábado, Outubro 21
13H25
BRST
Gdansk, Polônia

Midia

Recente
Relembre vitória por nocaute de Donald Cerrone sobre Rick Story no UFC 202, em 2016. O "Cowboy" volta ao octógono nesse sábado (21) para enfrentar Darren Till na luta principal do UFC Gdansk, na Polônia.
17/01/2017
Confira o que de melhor rolou na coletiva de imprensa realizada em Toronto, no Canadá, com as estrelas da luta principal do UFC 217, Michael Bisping e Georges St-Pierre, que se enfrentam no dia 4 de novembro no Madison Square Garden, em Nova York.
16/10/2017
Relembre alguns dos momentos mais marcantes do UFC 216, evento que aconteceu no último sábado (7), em Las Vegas.
11/10/2017
Após sofrer derrota em disputa de cinturão, brasileiro volta à ação no dia 28 de outubro, em sua cidade natal, São Paulo, quando enfrenta Colby Covington em duelo pelo peso meio-médio.
09/10/2017