Demetrious Johnson mantém o cinturão, mas a noite também foi de Glover Teixeira e Rafael Sapo

Johnson bate Dodson e segue como número 1 entre os moscas, já Glover vence a terceira no UFC diante do temido Rampage  
Chicago, IL - Depois de uma edição emocionante como a em São Paulo, poderia ficar alguma dúvida sobre o que viria a seguir no UFC, mas, a cada evento, a organização consegue manter o padrão e não foi diferente neste sábado, em Chicago, no UFC Johnson vs Dodson. O card trouxe a disputa do cinturão peso mosca e confrontos como Glover Teixeira contra Quinton Jackson e Anthony Pettis contra Donald Cerrone. Melhor para Pettis, Glover e Demetrious Johnson, que manteve o título e segue como o rei na divisão até 57kg. Além da vitória de Glover, a torcida brasileira também pode comemorar o triunfo de Rafael “Sapo” Natal.   
   
A luta não começou fácil para Demetrious Johnson que, no segundo round, chegou a sofrer dois knockdowns de John Dodson. Demetrious passou a buscar o clinch e, com esta tática, assegurou o triunfo. Aplicou boas quedas, joelhadas e usou os cotovelos de forma peculiar, se aproveitando do apoio nas grades do Octógono. No final, Johnson manteve o título por decisão unânime e segue sem perder há quatro lutas. O resultado acabou com uma série de cinco vitórias de Dodson, que foi campeão do TUF 14.    
   
Para a torcida brazuca, o combate mais aguardado era entre Glover Teixeira e Quinton Jackson. Teixeira, numa sequência de 17 vitórias, partia para o seu terceiro desafio no UFC. Diante dele Rampage, um ex-campeão da categoria (meio-pesado) e lutador experiente, que já bateu ícones como Chuck Liddell, Dan Henderson e Wanderlei Silva, entre outros. Glover foi melhor no primeiro assalto, quando conectou bons socos, derrubou e pegou as costas. Na segunda parcial, bem parelha, o brasileiro caiu nas provocações de Jackson e foi para a briga franca. A estratégia mudou no último round, quando Glover voltou a derrubar e chegou à montada, garantindo assim a decisão unânime a seu favor. O lutador agora segue bem cotado na divisão, hoje dominada por John Jones.   
   
Anthony Pettis prometeu valer o apelido, “Showtime”, e foi que fez em apenas 2min35s contra Donald Cerrone. Voltou a usar as grades, como fizera na vitória contra Benson Henderson, no WEC, e tentou novamente chutes acrobáticos. O nocaute, iniciado com golpes que castigaram a linha de cintura do oponente, definiu mais um triunfo expressivo. Pettis pediu a chance pelo cinturão, querendo repetir o feito do WEC, quando surrupiou o título de Ben Henderson, que é o atual campeão peso leve do UFC.    
   
Ainda no card principal, Ricardo Lamas surpreendeu e detonou com cotoveladas o favorito Erik Koch no segundo assalto. Nas preliminares, TJ Grant nocauteou Matt Wiman ainda no primeiro round e também valeram as vitórias de Clay Guida contra Hatsu Hioki (decisão dividida), na estreia do “Carpinteiro” entre os pesos penas, e a de Ryan Bader contra o veterano Vladimir Matyushenko, com uma justa guilhotina, em apenas 50 segundos.    
   
Outro brasileiro em ação no cercado, Rafael Sapo teve um pouco de dificuldade nos primeiros instantes contra o estreante Sean Spencer, mas logo se achou quando passou a buscar a luta agarrada, sua especialidade. O faixa-preta de jiu-jitsu castigou o oponente do crucifixo no terceiro assalto, montou e depois finalizou com um katagatame.  
  
   
Confira todos os resultados:  
   
Demetrious Johnson venceu John Dodson por decisão unânime  
Glover Teixeira venceu Quinton Jackson por decisão unânime  
Anthony Pettis venceu Donald Cerrone por KO aos 2min35s do R1  
Ricardo Lamas venceu Erik koch por TKO aos 2min32s do R2  
TJ Grant venceu Matt Wiman por KO aos 4min51s do R1  
Clay Guida venceu Hatsu Hioki por decisão dividida  
Pascal Krauss venceu Mike Stumpf por decisão unânime  
Ryan Bader finalizou Vladimir Matyushenko com uma guilhotina a 50s do R1  
Shawn Jordan venceu Mike Russou por TKO aos 3min48s do R2  
Rafael Natal finalizou Sean Spencer com um katagatame aos 2min13s do R3  
David Mitchell venceu Simeon Thoresen por decisão unânime
Sábado, Outubro 25
23h
BRT
Rio de Janeiro, Brazil

Midia

Recente
A Contagem Regressiva mostra as preparações e as vidas de José Aldo, Chad Mendes, Glover Teixeira, Phil Davis, Diego Ferreira e Beneil Dariush antes de suas lutas no UFC 179, em 25 de outubro.
18/10/2014
Norte-americano diz que melhorou muito desde a última vez que eles se encontraram, em 2012. “Se você acha que será como da primeira vez, terá um choque brutal”. *Garanta seu ingressos em - on.ufc.com/ufcingressoscrio
20/10/2014
Norte-americano acredita que seu companheiro de treino vencerá José Aldo com um ground and pound nos últimos rounds. *Garanta seu ingressos em - on.ufc.com/ufcingressoscrio
Lembra dessa? Em junho de 2009, no WEC 41, José Aldo acertou uma joelhada voadora dupla no americano Cub Swanson e nocauteou o adversário em apenas oito segundos. UFC 179: ingressos à venda em - on.ufc.com/ufcingressoscrio
20/10/2014