Pular para o conteúdo principal

Peso-médio Categoria

Ativo

"Demolidor"

Michel Pereira

Peso-médio Categoria

28-11-0 (W-L-D)

6

Sequência de vitórias

11

Vitórias por nocaute

7

Vitórias por finalização

Michel Pereira

Histórico do atleta

Informações

Saiba mais sobre a história de Michel Pereira no UFC, marcas no Octógono e curiosidades.

          Status
          Ativo
          Cidade natal
          Marabá, Brasil
          Equipe
          Overcome Academy
          Estilo de luta
          Striker
          Idade
          30
          Altura
          73.00
          Peso
          185.00
          Estreia no UFC
          18.05.19
          Envergadura
          73.00
          Alcance das pernas
          42.00
          • Profissional desde 2011
             
          • 11 vitórias por nocaute, sete por finalização (dois mata-leões, dois triângulos, um triângulo de mão, uma guilhotina, uma chave de braço)
             
          • Vencedor de nove de suas 11 últimas lutas, seis delas em sequência
             
          • 13 vitórias no 1° round
             
          • 1-0 no peso-médio
             
          • Origem do apelido: "Recebi esse apelido de um amigo."
             
          • Teria ganho um bônus de Luta da Noite contra Tristan Connelly, mas não bateu o peso e ficou inelegível

          UFC Vegas 81 (14/10/23) Pereira venceu Andre Petroski por nocaute técnico a 1m06s do 1° round.

          UFC Vegas 55 (21/5/22) Pereira venceu Santiago Ponzinibbio por decisão dividida.

          UFC 270 (22/1/22) Pereira venceu Andre Fialho por decisão unânime.

          UFC 264 (10/7/21) Pereira venceu Niko Price por decisão unânime.

          UFC Vegas 17 (19/12/20) Pereira venceu Khaos Williams por decisão unânime.

          UFC Vegas 9 (5/9/20) Pereira venceu Zelim Imadaev por finalização (mata-leão) aos 4m39s do 3° round.

          UFC Rio Rancho (15/2/20) Pereira perdeu para Diego Sanchez por desclassificação (joelhada ilegal) aos 3m09s do 3° round.

          UFC Vancouver (14/9/19) Pereira perdeu para Tristan Connelly por decisão unânime.

          UFC Rochester (18/5/19) Pereira venceu Danny Roberts por nocaute a 1m47s do 1° round.

          Quando e por que você começou a treinar para lutar? Comecei a treinar karatê aos 12 anos de idade; sempre quis ser um campeão.

          Quais graduações e títulos você já conquistou? Sou campeão de karatê, campeão paraense de luta livre e campeão de jiu-jitsu. Faixa preta em jiu-jitsu, faixa preta em karatê.

          Você tem algum herói? Anderson Silva, Jon Jones, Conor McGregor.

          O que significa para você lutar no UFC? O UFC sempre foi meu maior sonho. Estou lutando por ele há 13 anos e passei por muitas coisas para chegar ao UFC e realizar meu sonho. Isso significa muito porque lutei muito por isso e sei que posso ser o showman do UFC. Em breve serei o campeão do UFC e o showman do evento. Estou aqui para mostrar aos fãs e ao UFC meu estilo de luta.

          Qual era o seu trabalho antes de começar a lutar? Eu vendia picolés e latas, trabalhei como ajudante de pedreiro, trabalhei como ferreiro, trabalhei como professor de karatê, professor de zumba, professor de dança no Japão e fui barman.