Pular para o conteúdo principal

Alvarez assina com UFC e encara Cerrone no UFC 178

Astro internacional dos leves, Eddie Alvarez agora é um membro do plantel do e UFC...

Considerado o melhor lutador peso leve fora do UFC, Eddie Alvarez agora terá sua oportunidade de atuar junto a elite no Octógono. O atleta de 30 anos, natural da Filadélfia, assinou um contrato exclusivo com o UFC, a organização líder no MMA, nesta terça-feira após meses de especulações sobre seu futuro no esporte.

A primeira aparição de Alvarez sob a bandeira do UFC será na co-luta principal do UFC 178 contra Donald "Cowboy" Cerrone, em Las Vegas, no dia 27 e setembro. O adversário inicial de Cerrone seria "King" Bobby Green, que agora aguarda o anuncio de novo oponente para um evento de novembro.

Ex-wrestler de destaque no colegial, Alvarez fez a transição para o MMA após o ensino médio, e debutou profissionalmente em dezembro de 2003. Depois de construir sua reputação no difícil circuito da costa leste (dos EUA), que produziu nomes como Chris Weidman e Frankie Edgar, Alvarez colocou o pé na estrada, competindo por diversas organizações em países como Canadá, Rússia, Costa Rica e Japão.

Foi no Japão que Alvarez alcançou sua consagração, derrotando nomes como Tatsuya Kawajiri, Katsunori Kikuno, e Joachim Hansen. Sua única derrota em cinco lutas na Terra do Sol Nascente foi contra Shinya Aoki, em 2008, mas Alvarez conseguiria se vingar quatro anos mais tarde com um nocaute no primeiro round.

Em 2009, Alvarez estreou no Bellator, onde compilou um cartel de 9-1 e conquistou o título peso leve e de quebra despachou nomes como Toby Imada, Josh Neer, Roger Huerta, Pat Curran, e Patricky “Pitbull” Freire. Porém, seu momento mais espetacular aconteceu em 2 de novembro de 2013, quando ele deu o troco em seu último algoz, Michael Chandler, e recuperou o cinturão até 70 quilos com uma vitória por decisão dividida.

Assim, com todas as pendências resolvidas, Alvarez - um membro da respeitada Blackzilians Fight Team, em Boca Raton, Florida - está pronto para enfrentar o melhor do melhor no Octógono.