Pular para o conteúdo principal
Notícias

Anderson pede luta no Brasil e cita Nick Diaz como possível adversário

Brasileiro revelou os planos em coletiva de imprensa após o UFC 234

Prestes a completar 44 anos de idade, Anderson Silva mal começou a pensar em aposentadoria - pelo contrário. Logo após a batalha com Israel Adesanya, que terminou com vitória do nigeriano por decisão unânime no UFC 234, o brasileiro já revelou, em coletiva de imprensa, que já está fazendo planos para sua próxima luta.

Veja também: McGregor sugere duelo com AndersonAnderson x Adesanya é a "Luta da Noite" | Anderson dá show, mas Adesanya vence no UFC 234

“Na última vez que tentei lutar em Curitiba, tive problemas sérios e saí do card. Agora tenho a chance de lutar na minha cidade, onde tudo começou”, disse o brasileiro, mencionando a informação ainda não confirmada oficialmente pelo Ultimate de que o UFC 237, no dia 11 de maio, acontecerá na capital paranaense.

“Falei com meu time e talvez faça sentido eu contra o Nick Diaz em Curitiba. Vamos ver”, sugeriu o Spider, “Estou esperando por Dana, mas espero lutar em Curitiba. Acho que é uma luta muito interessante porque a última luta com ele foi um no contest (sem resultado)”.

LAS VEGAS, NV - JANUARY 31:  (L-R) Anderson Silva and Nick Diaz touch gloves before their middleweight bout during the UFC 183 event at the MGM Grand Garden Arena on January 31, 2015 in Las Vegas, Nevada.  (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Get

Anderson e Nick Diaz se encontraram no Octógono pela primeira vez em janeiro de 2015, no retorno do brasileiro após a fratura sofrida na revanche contra Chris Weidman. Na ocasião, Anderson teve o braço erguido e foi declarado vencedor por decisão unânime, resultado que foi alterado para no contest após ambos atletas serem flagrados em exames antidoping.

Assine o combate | Siga o UFC Brasil no Youtube