Pular para o conteúdo principal

Anderson Silva, a lenda

Spider está de volta! Relembre um pouco da trajetória do -ex-campeão no PRIDE e no UFC

Anderson ‘The Spider’ Silva sempre teve a palavra showman ao seu lado. Desde os tempos do PRIDE, no Japão, a lenda do MMA já mostrava para o que veio. Na terra do sol nascente, o brasileiro nocauteou os adversários de todas as maneiras possíveis. Entre as vítimas, o “Matador de Brasileiros” Alex Stiebling. Reveja as lutas de Anderson no PRIDE  >> Anderson Silva x Carlos Newton no PRIDE 25

Em 2006, a estreia de Anderson Silva no Octógono do UFC foi marcada pelo misto de velocidade, precisão e surpresa para aqueles que não o conheciam, incluindo o oponente da vez, Chris Leben. O peso médio e participante do The Ultimate Fighter 1 chegou afirmar que acabaria com o brasileiro, e o mandaria de volta para o Japão (PRIDE), onde as lutas aparentemente eram mais fáceis. As aparências enganam.

Anderson Silva está de volta e encara Nick Diaz no UFC 183

Com a vitória arrasadora na primeira luta Anderson se credenciou como desafiante ao título dos médios do UFC. O adversário era o casca grossa Rich Franklin.

‘Spider’ mostrou toda sua especialidade em muay thai, deu um show de técnicas de MMA e conquistou o cinturão que permaneceu com ele até 2013, quando perdeu para Chris Weidman. >> Reveja Anderson x Rich Franklin 2

Depois de três defesas de cinturão após a primeira conquista, Anderson se aventurou na divisão dos meio-pesados. A estreia foi contra James Irvin. Para variar, ‘Spider’ venceu. Outro adversário que caiu diante do brasileiro foi o ex-campeão Forrest Griffin. A luta é classificada como uma das melhores da história do UFC. Mesmo com vitórias arrasadoras nos meio-pesados, Anderson não se manteve na categoria e voltou a lutar pelos médios. >> KO da Semana: Anderson Silva x Forrest Griffin


Produtos de Anderson Silva na UFC Store Brasil

E foi na volta aos médios que Anderson encarou um dos maiores desafios da carreira. As provocações e todo arsenal de combate de Chael Sonnen.

Na primeira batalha entre ambos Sonnen anulou o campeão durante cinco rounds. Nos últimos minutos da batalha o brasileiro mostrou um poder de reação inacreditável e usou a técnica de jiu-jitsu para finalizar o oponente com um triângulo.
>> Finalização da Semana: Anderson Silva x Chael Sonnen

Outra apresentação de gala de Anderson foi no UFC 126. O desafiante ao cinturão era o ex-campeão meio-pesado Vitor Belfort. O resultado: Anderson entrou de vez para a história do UFC ao proporcionar um dos nocautes mais incríveis do Ultimate. Um chute frontal de cinema no rosto de Belfort, que caiu sem reação.

Confira a playlist de Anderson Silva no youtube