Pular para o conteúdo principal

Aos 44 anos, Dan Henderson mostra sua força e nocauteia no primeiro round

Únicos brasileiros no card, Ricardo Abreu e Thiago Tavares terminam derrotados


O norte-americano Dan Henderson mostrou que vai continuar lutando em alto nível. Ele precisou de poucos segundos para nocautear Tim Boetsch na madrugada deste domingo, no UFC Nova Orleans, e voltar ao caminho das vitórias. Ricardo Abreu e Thiago Tavares, únicos brasileiros no card, saíram derrotados.

Vindo de duas derrotas, Daniel Cormier e Gegard Mousasi, Henderson sabia que precisava de uma boa vitória para continuar entre os melhores da categoria dos médios. O atleta de 44 anos mostrou que segue com a trocação afiada e "apagou" seu adversário com o já conhecido soco de direita aos 28 segundos do primeiro round. Ele ainda continuou a saraivada de golpes, mas o juíz logo encerrou o combate. 

Entre os brasileiros, Ricardo Abreu, conhecido como Demente, foi o primeiro no octógono. O participante da terceira temporada do TUF Brasil até que tentou continuar invicto, mas os juízes decretaram sua primeira derrota como profissional de MMA. "Queria lutar em pé e evitar o chão", disse Jake Collier, que venceu o confronto.

Já no card principal, Thiago Tavares buscava sua terceira vitória consecutiva, mas Brian Ortega se mostrou mais forte e conseguiu a vitória por interrupção médica no terceiro round. O pupilo de Rener Gracie continua invicto com nove vitórias no MMA, a primeira no UFC.