Pular para o conteúdo principal

Bethe Correia: ‘Quero ser a primeira a bater na Ronda’

Brasileira torcerá para a campeã contra Cat Zingano e sonha em voltar ao octógono no Brasil


Oitava colocada no ranking do peso-galo feminino, a brasileira Bethe Correia já sabe para quem vai torcer em 28 de fevereiro, quando a campeã da categoria, Ronda Rousey, coloca seu cinturão em jogo contra Cat Zingano, no UFC 185. Em entrevista ao Combate.com, Bethe comentou que espera uma vitória de Ronda, e aproveitou para alfinetar a norte-americana.

- Confira os preços especiais do Hotel Urbano e viaje para assistir ao UFC

“Não consigo ver outra lutadora na minha frente que não seja a Ronda. Vou torcer muito para que ela ganhe da Zingano. Ficarei com os dedos cruzados a luta inteira porque quero muito lutar com ela. Quero ser a primeira a bater na Ronda, vencer e trazer o cinturão para o Brasil. Quero surpreender com meu potencial.”

- Assine o Canal Combate e assista a todas as edições do UFC em 2015

Fora do octógono desde agosto de 2014, Bethe passou por uma cirurgia após sofrer um descolamento da retina e estará liberada para voltar no fim de março. Ainda sem adversária definida, a brasileira já antecipou aonde gostaria de lutar. “Queria muito que fosse no Brasil. Nunca lutei um UFC no país e sei que a Ronda também queria enfrentar uma brasileira pelo título aqui”.

- “Adoraria lutar contra a Bethe no Brasil”, diz Ronda