Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Bisping vê chances de Hendo, mas garante que "história será diferente" no UFC 204

Inglês defende o título dos pesos-médios em revanche com seu algoz do UFC 100


Sete anos se passaram desde o duelo entre Michael Bisping e Dan Henderson, no UFC 100, que terminou com um nocaute histórico do norte-americano sobre o inglês.
Hoje, Bisping é o detentor do cinturão dos pesos-médios do Ultimate, e Hendo entrará no octógono para a revanche, a luta principal do UFC 204, neste sábado (8), para fazer a última luta de sua brilhante e longa carreira.
Mas isso não significa que será um duelo fácil para o campeão, como ele mesmo falou em conversa com a imprensa na última quinta-feira.
“O Dan caiu um pouco, todos sabemos disso. Ele perdeu algumas lutas. Mas ele ainda tem poder de nocaute, e é isso que torna a luta tão perigosa e interessante. Ele vai me nocautear de novo? Ele diz que vai, mas vai mesmo? Agora, a história será diferente”, garantiu o inglês.
Mais UFC 204: Os números de Hendo | Bisping detém recorde de vitórias | Belfort é o maior nocauteador da história | Cinco motivos para não perder | Olho Neles! As promessas do UFC 204 | Hendo queria ter enfrentado Jones
“O Conde” conquistou o cinturão no último mês de junho, após uma improvável vitória em revanche contra Luke Rockhold, coroando uma passagem de mais de uma década no Ultimate.
Após alcançar seu maior objetivo vingando uma derrota, Bisping agora pretende, com outra revanche, “apagar” um do reveses mais emblemáticos de sua carreira.
“Esse cara é capaz de me nocautear, é claro. Sei disso, já sofri um nocaute dele. Precisei de uma hora só para entender onde eu estava e quem eu era. Tive que ir ao hospital”, lembra Bisping, “É uma luta perigosa, mas quero enfrentá-lo de novo para ‘tirar’ aquela derrota do meu cartel”.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC