Pular para o conteúdo principal

Brasileira cita falta de experiência após derrota por decisão no UFC Dublin

Ericka Almeida também falou que foi bem tratada pelos fãs irlandeses 


A brasileira Ericka Almeida perdeu por decisão dos juízes para a irlandesa Aisling Daly no UFC Dublin, no sábado (24). A representante do Brasil passou os três rounds sendo esmagada na grade, não conseguiu aproveitar seu jiu-jitsu quando a luta foi para o chão e assumiu que a falta de experiência foi decisiva para a sua segunda derrota no Ultimate.
Smolka finaliza Holohan |Assine o Canal Combate

"Faltou um pouco mais de experiência. Minha adversária vem lutando há alguns anos já, e eu sabia que ela ia vir tentando me esmagar na grade, porque realmente não quis trocar em pé comigo. Eu até queria, tentei, mas não tem desculpa. Ela foi melhor que. Treinei muito para esta luta, tive camps fortíssimos, tive tempo para treinar, descer de peso, então só peço desculpas ao Brasil por não ter trazido a vitória desta vez", disse Ericka em entrevista ao site do Canal Combate.

Apesar da festa da torcida irlandesa, que lotou a arena e fez muito barulho, a brasileira disse que não se sentiu intimidada quando entrou no octógono. "(Os torcedores) Me trataram muito bem, acho que nem me vaiaram. Talvez só um pouquinho, quando me anunciaram. Quando entrei, até me aplaudiram. O povo de Dublin me tratou muito bem. Não senti essa hostilidade".

Com apenas três anos como lutadora profissional de MMA, Ericka volta para o Brasil e quer continuar treinando para evoluir ainda mais no esporte. "Vou de cabeça erguida, quero voltar, treinar e voltar mais forte. Meu treino estava forte, mas faltou experiência. Faz só três anos que me profissionalizei no MMA e já estou no maior evento do planeta. É bola para frente e continuar treinando, porque sei que vou levar as próximas."
Ingressos à venda para o UFC São Paulo
Visite a UFC Store
Baixe o aplicativo do UFC