Pular para o conteúdo principal

Canadenses levam a melhor sobre os estrangeiros nas preliminares do UFC 186

Combates tiveram muito equilíbrio; apenas Olivier Aubin-Mercier e Alexis Davis venceram antes do fim do terceiro round


A torcida canadense fez a festa no card preliminar do UFC 186, com todos os lutadores representando o país vencendo suas lutas contra estrangeiros. As pesos-palha Randa Markos e Aisling Daly abriram a noite com um combate emocionante, que terminou com a vitória da iraquiana radicada no Canadá por decisão unânime. Este é o primeiro triunfo de Markos no Ultimate, que ocupa a sexta colocação no ranking e deve ficar em uma posição confortável na divisão mais nova do Ultimate. Na mesma categoria, Valerie Letourneau derrotou a ex-campeã mundial de boxe Jessica Rakoczy, também por decisão unânime.

- Assine o Canal Combate e não perca nenhuma edição do UFC

No primeiro duelo masculino do evento, o ex-TUF Nordine Taleb levou a melhor sobre Chris Clements e venceu por decisão unânime, enquanto Olivier Aubin-Mercier investiu no jiu-jitsu para finalizar David Michaud com um mata-leão, entre os leves. Na mesma categoria, o vencedor do TUF Nations Chad Laprise manteve sua invencibilidade e derrotou Bryan Barberena por decisão unânime, em um combate marcado pela trocação franca.

As pesos-galo Sarah Kaufman e Alexis Davis protagonizaram uma belíssima revanche, com Davis saindo vitoriosa após aplicar uma belíssima chave de braço no segundo round. Esta foi a terceira luta entre ambas, sendo que Kaufman havia vencido as duas primeiras. A polêmica ficou por conta do árbitro Jerin Valel, que demorou para interromper o combate, mesmo com Kaufman batendo em desistência. Finalizando o card preliminar, Patrick Coté entrou no octógono ovacionado pelo público para encarar Joe Riggs, nos meio-médios. Os veteranos travaram um duelo equilibrado, com vitória do canadense por decisão unânime.

Confira os resultados do card preliminar do UFC 186:

Patrick Coté venceu Joe Riggs por decisão unânime (triplo 29-28)
Alexis Davis venceu Sarah Kaufman por finalização no R2
Chad Laprise venceu Bryan Barberena por decisão unânime (29-28;29-28;30-27)
Olivier Aubin-Mercier venceu David Michaud por finalização no R3
Nordine Taleb venceu Chris Clements por decisão unânime (triplo 30-27)
Valerie Letourneau venceu Jessica Rakoczy por decisão unânime (29-28;29-28;30-27)
Randa Markos venceu Aisling Daly por decisão unânime (30-27;29-28;29-28)