Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Cansada, mas feliz, Claudinha comenta preparação para o UFC 212

Brasileira encara Karolina Kowalkiewicz no dia 3 de junho, no Rio


Claudia Gadelha e Karolina Kowalkiewicz têm pelo menos uma coisa em comum: as únicas derrotas sofridas por elas em suas carreiras no MMA foram para a mesma mulher - Joanna Jedrzejczyk.
Pelo menos até o próximo dia 3 de junho, quando as atuais números um e dois, respectivamente, na divisão peso-palha, vão se encontrar na luta co-principal do UFC 212, no Rio de Janeiro.
CLIQUE AQUI e garanta já seu ingresso para o UFC 212, no Rio de Janeiro
“Acho ela uma lutadora muito dura, mas, tecnicamente, nada no jogo dela me surpreende”, disse a brasileira sobre a adversária em conversa com a reportagem do UFC Brasil, “Estou muito tranquila com a minha preparação”.
Claudinha, que se mudou para os Estados Unidos no final de 2016, falou também sobre como está a nova vida fora do Brasil, e revelou que já fez planos para depois da luta.
“Vou ficar no Rio um mês depois da luta. Estou ansiosa para voltar e ficar perto dos meus amigos, da minha família. Acho que preciso um pouco disso. Aqui é muito trabalho, muita ralação, preciso ficar perto do meu povo um pouquinho”, disse Gadelha, “A vida nova está muito trabalhosa, mas estou muito feliz”.
Mais sobre o UFC 212: Garanta já o seu ingresso | Dúvidas frequentes | Todas as lutas da noite | Garanta o ingresso para a pesagem | Lendas falam da relação entre Rio e MMA
Claudinha sabe que, por se tratar de um duelo entre as duas lutadoras melhor ranqueadas na divisão, o confronto com Kowalkiewicz tem potencial para determinar a próxima desafiante ao cinturão peso-palha, em uma revanche com Joanna - que defendeu seu título mais uma vez no último final de semana.
Entretanto, após dois encontros frustrados com a polonesa, a brasileira, que vem de vitória em sua última luta, em novembro, garantiu que está mais preocupada consigo mesma, e que não tem pressa para conquistar um novo title-shot.
“Meu planejamento é a luta contra a Karolina e procuro não pensar no que vai acontecer depois”, disse Claudinha, “É claro que meu objetivo continua sendo o cinturão, mas quero seguir evoluindo e dar um passo de cada vez”.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC