Pular para o conteúdo principal

Chris Weidman brinca com fãs brasileiros: “Vou dividir o título com eles ”

Norte-americano encara Vitor Belfort neste sábado (23), em luta válida pelo cinturão dos médios, no UFC 187


Visto com certa antipatia por muitos fãs brasileiros, especialmente por derrotado duas vezes de Anderson Silva e ter conquistado o cinturão em cima do Spider, o norte-americano Chris Weidman encara as provocações da torcida do país com bom humor. Em entrevista a jornalistas após os treinos abertos do UFC 187, o lutador comentou sobre o fato de só ter enfrentado lutadores brasileiros desde a conquista do título, e que pretende “dividir” o título com os fãs do país.

- Assine o Canal Combate e não perca nenhum momento do UFC 187

“Não estou cansado dos brasileiros. Acho que o país tem alguns dos melhores lutadores de todos os tempos na categoria dos médios. São muitos anos lutando contra atletas do país, estou acostumado a receber xingamentos em português no Twitter. Vou sentir falta disso. Tenho vários objetivos na vida, e devolver o cinturão para o Brasil não é um deles. Eu adoro os fãs brasileiros, então vou levar o cinturão ao Brasil, e vou dividi-lo por alguns dias.”

- Weidman x Belfort: para enterrar o clichê do “Duelo de Gerações”

Weidman também comentou sobre a diferença de enfrentar Anderson Silva e Vitor Belfort, duas lendas do MMA. “Na primeira luta foi uma loucura, pois ninguém acreditava que eu venceria, a não ser que fizesse parte do meu time. Mas era um objetivo muito grande para mim, ser campeão e vencer Anderson Silva. Foi um sonho se tornando realidade de maneira muito rápida. Uma sensação muito peculiar. Com o Vitor, é muito diferente. Ele está na minha mente há um ano, enquanto que o Anderson esteve por seis (anos)”.

Veja mais:
- “Quando Belfort foi campeão, eu estava na barriga da minha mãe”, brinca Weidman
- “Melhor momento da minha vida”, diz Belfort antes da luta contra Weidman