Pular para o conteúdo principal

Cigano planeja revanche com Werdum: ‘Se vencer, acho que luto com ele de imediato’

Ex-campeão dos pesados confessa que irá torcer para o brasileiro no UFC 188


Vindo de vitória sobre Stipe Miocic em dezembro de 2014 e se recuperando de uma cirurgia feita no joelho direito, o brasileiro Junior Cigano está com todas as suas atenções voltadas ao UFC 188, programado para 13 de junho e que terá na luta principal a disputa do cinturão dos pesados entre Cain Velasquez e Fabrício Werdum. Em entrevista ao Combate, o lutador comentou que irá torcer para o compatriota, especialmente por acreditar que será o próximo desafiante caso o gaúcho saia como vencedor do encontro.

- Posso voltar a ser o #1 da categoria', diz Cigano

“Espero que o Werdum ganhe. Se vencer, acho que luto com ele de imediato. Seria uma revanche muito boa e poderia ser mais legal ainda se a luta fosse no Brasil. Dois brasileiros lutando pelo título dos pesados seria incrível para o esporte e para o país. Ele está vindo em boa fase e espero que ele vá bem”.

- Assine o Canal Combate e não perca nenhum detalhe do UFC

Cigano, no entanto, sabe que Werdum não terá vida fácil, especialmente por ter lutado três vezes contra Velasquez – saindo derrotado em duas – e saber bem das armas que o norte-americano possui. “Tem tudo para ser uma boa luta. O Velasquez tem um wrestling ótimo e o condicionamento físico excelente. A estratégia dele é muito boa também. O Werdum evoluiu bastante no muay thai e tem o melhor jiu-jitsu no peso-pesado. A chance dele é essa, mas o favoritismo é absolutamente do Velásquez”.

- Visite a UFC Store

Cigano e Werdum se enfrentaram em 2008, no UFC 90. Na época, o catarinense era apenas um estreante no UFC, enquanto o gaúcho faria sua quarta luta na organização. Cigano, no entanto, não tomou conhecimento do rival e nocauteou Werdum com menos de dois minutos de luta, levando o prêmio de “Nocaute da Noite”. Até hoje o atleta da Nova União foi o único a conseguir este feito contra o campeão interino dos pesados, além também de ser o único a vencer Velasquez.