Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Cinco coisas que você - provavelmente - não sabia sobre o campeão José Aldo

 Luta contra Conor McGregor acontece no UFC 194, em Las Vegas, dia 12 de dezembro

Você certamente já ouviu falar que José Aldo é o melhor lutador de MMA do planeta, ou que seus chutes são quase mortais. O manauara lutará no UFC 194, em Las Vegas, neste sábado e suas atuações dentro do octógono estão sendo comentadas massivamente pelos principais veículos de comunicação. Mas selecionamos sete fatos curiosos que certamente você não viu ninguém comentando por aí. Como por exemplo: José Aldo é viciado em videogame e costuma jogar online com seus fãs. Sim, ele também tem muita habilidade com o controle dos consoles.
Torça uniformizado com a camiseta de Aldo | Dez anos de invencibilidade | 'Vai dormir', diz Aldo | McGregor - campeão em duas categorias? | Rockhold aponta falhas em Weidman | Jacaré pronto para frustrar

José Aldo volta ao octógono no UFC 194, em Las Vegas, 12 de dezembro, quando enfrenta o irlandês Conor McGregor. A rivalidade entre os dois é considerada uma das maiores do Ultimate e tudo será resolvido nesta luta.

Futebol no meio da torcida
Como a maioria dos brasileiros, José Aldo é fanático por futebol. Ele acompanha vários campeonatos pelo mundo, mas gosta mesmo é de torcer pelo seu time de coração no Brasil: o Flamengo. Quando não está em ritmo final de preparação para alguma luta, o campeão faz questão de ir ao estádio, ainda mais se for ao Maracanã, e acompanhar sua equipe de coração. Dependendo da importância do jogo, é capaz que você o encontre gritando na arquibancada no meio da torcida.


Noites no tatame e em quarto emprestado na favela
A infância e juventude de José Aldo em Manaus não foram fáceis no quesito financeiro. Filho de família humilde, ele se mudou para o Rio de Janeiro para conseguir melhorar seus treinos e, assim, ter uma vida mais estável. Os primeiros meses na Cidade Maravilhosa foram complicados. Com pouco dinheiro, ele precisou dormir em tatames nas academias e conheceu de perto o significado da palavra amizade. Hacran Dias, que morava em uma comunidade carioca, o convidou para dormir em sua casa. Aldo dormiu no quatro de Hacran, que conversou com sua mãe e dividiu a única cama que ela tinha em seu quarto.
Assine o Canal Combate e não perca nenhum detalhe do UFC

Campeão do UFC sem lutar no octógono
Os chutes baixos e todas as velocidades dos golpes do campeão fizeram sucesso internacionalmente no extinto WEC, torneio em que José Aldo era campeão. O UFC comprou o WEC e o brasileiro se tornou campeão sem fazer uma luta oficial para garantir o título. Nem precisava, já que ele vinha de oito boas vitórias no campeonato antigo. A primeira luta no UFC foi em 2011, quando Aldo venceu Mark Hominick por decisão dos juízes. Era o começo de uma era que já dura sete vitórias no Ultimate.

Viciado em videogame
Além de futebol e lutas, José Aldo tem outra paixão: o videogame. Quem o conhece sabe que é comum ele trocar qualquer programa com amigos para jogar videogame com esses mesmos ‘parças’. Há casos até em que ele fugiu de entrevistas porque estava com vontade de se divertir. É comum que ele participe de jogos online com os fãs. Os games favoritos do campeão são futebol, luta e futebol americano – outro esporte que ele também é fã.
Derrota, o que é isso?
Já são dez anos sem saber o que é derrota. Não é à toa que José Aldo é o melhor lutador peso por peso do planeta. Foram vários desafios difíceis, vitórias contra atletas como Chad Mendes, Frankie Edgar e uma listas com outros bons nomes que merecem ser citados. Mas o brasileiro não tomou conhecimento de nenhum deles e venceu com belos nocautes, finalizações e, claro, algumas decisões dos juízes. Toda esse repertório de vitórias faz Aldo entre no octógono ainda mais confiante para a sua próxima luta.