Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Cinco motivos para não perder o UFC Fortaleza

Evento acontece neste sábado e terá Vitor Belfort x Kelvin Gastelum na luta principal

O próximo card do UFC no Brasil tem de tudo. Desde ex-campeões e lendas do MMA a possíveis desafiantes, o UFC Fortaleza terá alguns duelos imperdíveis.
Garanta já seu ingresso para o UFC Fortaleza, em 11 de março
O card principal, por exemplo, tem lutadores Top 10 em cinco de suas seis lutas.
Estes são os principais motivos para não perder o UFC Fortaleza.

1 - Um caminho árduo
A lenda do UFC Vitor Belfort perdeu três de suas quatro lutas. Mas, para ser o melhor, você precisa vencer os melhores, e enfrentar a elite do Ultimate é tudo que Vitor tem feito ultimamente (suas três derrotas: Chris Weidman, Ronaldo Jacaré e Gegard Mousasi). Agora, na luta principal deste sábado, Belfort tenta frear a campanha de Kelvin Gastelum no peso-médio e dar um passo à frente em uma última tentativa de chegar ao título.
Belfort atualmente é o nono colocado no ranking da divisão, mas, com muitos dos seus concorrentes escalados para lutar nos próximos meses, uma vitória sobre Gastelum pode aproximá-lo do Top 5. Uma derrota, no entanto, pode acabar com as esperanças de mais uma disputa de cinturão.
Mais UFC Fortaleza: Qual será a melhor luta? | Olho Neles! | Shogun busca terceira seguida | Villante reverencia Shogun | Belfort quer "reescrever história" | Saiba como conseguir ingressos para a pesagem | Minotauro entrevista Belfort | Mudanças no card | Ingressos à venda | Informações gerais | Card completo
2 - Grande o suficiente
Se a performance de Gastelum no UFC 206 não provou sua legitimidade como peso-médio, uma vitória sobre Belfort pode ser suficiente. Gastelum teve problemas para bater o peso várias vezes entre os meio-médios no Ultimate. Quando sua luta contra Cowboy Cerrone foi cancelada no UFC 205, a decisão de subir de peso foi tomada.
Após apenas uma luta, já parece que a decisão foi acertada. Gastelum dominou Tim Kennedy no UFC 206 e venceu por nocaute técnico no terceiro round, se colocando imediatamente no Top 10. No sábado, ele tem a oportunidade de chegar ainda mais alto.

3 - Oportunidades no meio-pesado
O confronto entre Mauricio Shogun e Gian Villante na luta co-principal traz grandes oportunidades para ambos. Shogun pode conquistar sua terceira vitória seguida e voltar ao Top 3 da divisão. Villante, por outro lado, tem a melhor chance de sua carreira: enfrentar uma lenda do UFC em seu país natal.
Uma vitória neste contexto, sobre o sexto colocado na categoria, pode ser um grande salto para Villante nos rankings. Não há muitos nomes em sua frente que ele não poderia passar, já que teria vitórias sobre o sexto e o sétimo colocados na categoria (Corey Anderson).
4 - No alcance
O confronto entre Edson Barboza e Beneil Dariush é um lembrete do quão profunda é a divisão dos leves. Barboza vem de duas vitórias seguidas sobre o ex-campeão Anthony Pettis e o ex-desafiante - e campeão do Strikeforce - Gilbert Melendez. Ainda assim, ele não está cotado para uma disputa de cinturão imediata. Isso pode acabar se ele vencer neste sábado.
Uma vitória sobre Dariush pode colocar Edson à frente de Eddie Alvarez e Rafael dos Anjos no Top 3 dos leves. Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson obviamente seguem como os principais nomes para desafiar Conor McGregor, mas Barboza poderia, no mínimo, entrar na conversa.
5 - Card principal do mais alto nível
Raramente a quarta luta do card principal tem significativa relevância em termos de título. Mas esta é exatamente a situação do confronto entre Jussier Formiga e Ray Borg. Formiga é o terceiro no ranking dos moscas e os dois atletas à sua frente já foram derrotados pelo campeão.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC