Pular para o conteúdo principal
Resultados

Confira todos os resultados do UFC 259

Evento teve Jan Blachowicz e Amanda Nunes defendendo títulos, e Aljamain Sterling ficando com cinturão peso-galo

O UFC Apex em Las Vegas recebeu neste sábado (6) o UFC 259, liderado pelas disputas dos cinturões dos pesos meio-pesado, pena feminino e galo masculino. Confira todos os resultados do evento.

Jan Blachowicz vence Israel Adesanya por decisão

Jan Blachowicz comemora com o cinturão após vencer Israel Adesanya no UFC 259.

Na super luta principal do UFC 259, o campeão meio-pesado Jan Blachowicz venceu o campeão peso-médio Israel Adesanya por decisão unânime dos jurados e defendeu pela 1ª vez seu título, conquistando sua 9ª vitória nas últimas 10 lutas no Octógono.

"Com certeza foi uma luta dura, foi uma luta apertada, mas Izzy chutou um pouco mais do que eu. Acho que meu boxe foi um pouco melhor do que o dele, e meu wrestling foi muito melhor do que o dele. Eu ganhei a luta e é isso, mas foi uma luta dura. Obrigado Izzy, por essa luta. Foi um prazer para mim lutar com alguém como você, mas 'and still'. Estou feliz. Estou feliz por ser o primeiro a derrotá-lo, um dos melhores do mundo", disse Blachowicz.

Amanda Nunes vence Megan Anderson por finalização

Amanda Nunes aplica triângulo e chave de braço para finalizar Megan Anderson no UFC 259

Com mais uma atuação irretocável, a dupla campeã Amanda Nunes defendeu pela 2ª vez o cinturão peso-pena com vitória por finalização no 1º round sobre Megan Anderson. Contando com o peso-galo, esta foi a 7ª defesa de título da brasileira no Ultimate.

"Para cada oponente, tenho uma estratégia. Não posso entrar no Octógono sem planos A, B e C, porque você não sabe se algo vai dar errado. Você tem que estar pronta, e eu queria finalizar a Megan. Eu não queria nocauteá-la. Eu fui no meu ritmo. Eu vi que ela já estava derrotada, mas eu queria encerrar a luta no chão com meu jiu-jítsu", disse Amanda.

Petr Yan perde título peso-galo para Aljamain Sterling por desclassificação

Aljamain Sterling com o cinturão do UFC.

Devido a uma joelhada ilegal desferida na cabeça de um adversário no chão, o russo Petr Yan foi desclassificado no 4º round do duelo com Aljamain Sterling e perdeu o cinturão peso-galo para o norte-americano.

"Tudo o que trabalhei para acabar dessa forma... não é como eu gostaria de ter vencido. Desculpas aos fãs. Desculpas por ter sido dessa forma. Espero que lutemos de novo para darmos a vocês a luta que vocês merecem", disse Sterling.

Islam Makhachev vence Drew Dober por finalização

Islam Makhachev comemora após finalizar Drew Dober no UFC 259.

Em duelo entre dois pesos-leves em ascensão, o russo Islam Makhachev levou a melhor sobre Drew Dober, mostrando toda sua habilidade na luta agarrada para finalizar no 3º round. O companheiro de treinos de Khabib Nurmagomedov chegou assim à sua 7ª vitória consecutiva no Ultimate.

"2020 foi um ano maluco. Todas as minhas lutas foram canceladas. Por isso estou muito feliz de estar aqui e conseguir a finalização. Meu sonho é enfrentar Tony Ferguson. Quero fazê-lo se aposentar", disse Makhachev.

Aleksandar Rakic vence Thiago Marreta por decisão

Aleksandar Rakic desfere chute em Thiago Marreta no UFC 259.

O austríaco Aleksandar Rakic deu mais um importante passo rumo a uma possível disputa pelo título dos meio-pesados ao vencer o então 2º colocado no ranking da divisão, Thiago Marreta, por decisão unânime em um técnico duelo de trocação.

"A estratégia contra Thiago era manter a distância, mas aqui no UFC Apex, o Octógono é um pouco menor, então é difícil. Sabemos que o Thiago é perigoso na curta distância com seus golpes selvagens. Ele tem martelos nas mãos, então eu precisava estar esperto. Fiz o simples. Agora quero o title shot. Thiago é o terceiro ex-desafiante que eu venço, e eu mereço. Quero todas as fatias do bolo", disse Rakic.

Dominick Cruz vence Casey Kenney por decisão

Dominick Cruz tem o braço erguido após vencer Casey Kenney no UFC 259.

O ex-campeão peso-galo Dominick Cruz voltou a ter o braço erguido no Octógono ao superar Casey Kenney por decisão dividida após três rounds. Esta foi a 1ª vitória de Dominick desde 2016, embora ele tenha feito apenas duas lutas no período, perdendo para Cody Garbrandt e Henry Cejudo.

"Tive tantas decisões divididas. Eu sabia que tinha vencido, mas você não sabe mais nada com decisões divididas, então precisa fazer o melhor com o que tem. Esperar e rezar. No 3º round principalmente, sabia que a luta estava apertada, provavelmente 1x1, então era o round decisivo. Precisei colocar isso na minha cabeça e no meu coração. Precisava dar tudo o que meu corpo poderia, e foi isso o que fiz", disse Dominick.

Kyler Phillips vence Song Yadong por decisão

Kyler Phillips aplica golpe em Song Yadong no UFC 259.

O peso-galo Kyler Phillips deu sequência à boa fase e conquistou sua 3ª vitória consecutiva no Octógono superando Song Yadong por decisão unânime após três movimentados rounds.

"Fiquei super impressionado pela luta. Não fiquei super impressionado comigo mesmo, mas fiquei feliz e grato pela oportunidade e pela guerra que tive. Não tive muitas lutas assim. Geralmente se eu conecto um chute de direita na cabeça de alguém, ele cai, então quando o acertei e ele continuou lá, cambaleando, pensei, 'essa vai ser uma luta de verdade'", disse Phillips.

Askar Askarov vence Joseph Benavidez por decisão

O invicto Askar Askarov chegou ao seu 3º triunfo consecutivo no Ultimate ao superar o ex-desafiante ao cinturão peso-mosca Joseph Benavidez por decisão unânime após três rounds.

"Essa vitória significa muito para mim porque Joseph Benavidez é uma verdadeira lenda do esporte. Foi uma honra para mim lutar com ele. Ainda tenho algumas falhas no meu jogo que preciso consertar. Vou melhorar meu jogo e acho que estou pronto para o título. Essa é a mensagem que quero mandar para Dana White: Dana, todos os caras que enfrentei no UFC eram Top 1, Top 2, Top 3... Eu lutei com todos os caras bem ranqueados e os venci. Estou aqui. Estou pronto para o título. Não importa com quem esteja, quero lutar por ele", disse Askarov.

Kai Kara-France vence Rogério Bontorin por nocaute no 1º round

Kai Kara-France comemora após nocautear Rogério Bontorin no UFC 259.

O brasileiro Rogério Bontorin parecia que venceria o duelo com Kai Kara-France ao passar boa parte do 1º round nas costas do neozelandês, buscando encaixar um mata-leão. Mas nos segundos finais, quando a luta voltou a ficar em pé, Kara-France aproveitou a oportunidade e conectou três golpes limpos, nocauteando Rogério.

"Essa é a sensação que todos os lutadores perseguem. É a melhor sensação do mundo. Eu pude sentir no The Ultimate Fighter, quando consegui um nocaute em 30 segundos, e demorou sete lutas no UFC para que finalmente tivesse outro. Estou contente por ter mostrado todas as minhas habilidades no chão, segurando a barra com ele nas minhas costas, virando o jogo e liquidando em pé", disse Kara-France.

Tim Elliott vence Jordan Espinosa por decisão

Ex-desafiante ao cinturão peso-mosca, Tim Elliott chegou ao seu 2º triunfo consecutivo no Octógono após dominar Jordan Espinosa por três rounds e levar a melhor em decisão unânime dos jurados.

"Eu perdi três lutas seguidas, eu poderia ter sido demitido. Preciso trabalhar para subir novamente. Não tenho pressa. Vou aceitar as lutas que me oferecerem, me manter humilde e estar pronto. Estou me divertindo, estou amando o esporte. Sou um cara que ama o emprego que tem. Todo dia estou melhorando e aprendendo. Um cachorro velho aprendendo novos truques, isso é algo perigoso nesse jogo", disse Elliott.

 

Kennedy Nzechukwu vence Carlos Ulberg por nocaute no 2º round

Kennedy Nzechukwu comemora após nocautear Carlos Ulberg no UFC 259.

O nigeriano Kennedy Nzechukwu conquistou sua 2ª vitória consecutiva no Octógono ao superar o estreante neozelandês Carlos Ulberg com um impressionante nocaute no 2º round, em duelo válido pela divisão dos meio-pesados.

"Foi difícil, porque eu não havia estado no Octógono em muito tempo devido a lesões, mas quando as pernas começaram a entrar, eu entendi que era hora de ir. O instinto matador começou a aparecer. Eu sabia que ele cansaria se eu colocasse pressão como qualquer outro, então tive que continuar pressionando e estar pronto para tudo. Me adaptar com o tempo", disse Kennedy.

Sean Brady vence Jake Matthews por finalização no 3º round

O invicto Sean Brady deu mais um grande passo em sua escalada na divisão dos meio-médios, conquistando sua 4ª vitória seguida no Octógono ao finalizar Jake Matthews com um katagatame no 3º round.

"Acho que foi uma performance muito boa. Pelos meio-médios, Jake só havia perdido uma vez, e esta foi a 2ª. Ele é um cara jovem, espero que continue melhorando, mas estou muito feliz. Eu o derrubei em todos os rounds, o controlei em todos os rounds e consegui a vitória no fim. Nunca havia conseguido uma vitória no 3º round e é algo que eu sempre quis fazer. Meu condicionamento estava bom, minha força estava boa, consegui o estrangulamento e estou muito feliz. Jake é um cara muito duro e conseguir uma vitória como essa é algo grande", disse Brady.

Amanda Lemos vence Livinha Souza por nocaute no 1º round

Amanda Lemos comemora após vencer Livinha Souza no UFC 259.

No duelo brasileiro do UFC 259, Amanda Lemos teve sua melhor performance no Octógono até aqui e conquistou sua 3ª vitória consecutiva na organização ao vencer Livinha Souza, por nocaute técnico ainda no 1º round.

"A luta foi exatamente como treinei. Eu sabia o que estava me esperando e que ela buscaria a luta agarrada. Consegui impor meu jogo o tempo todo e funcionou. Meu ponto forte é o ponto fraco dela. Me mantive na estratégia e conseguir sair com a vitória", disse Amanda.

Uros Medic vence Aalon Cruz por nocaute no 1º round

Uros Medic golpeia Aalon Cruz no chão no UFC 259.

Fazendo sua estreia no Ultimate, o sérvio Uros Medic não deu chances para Aalon Cruz e começou com o pé direito sua trajetória no Octógono, vencendo por nocaute ainda no 1º round. Medic segue invicto e conquistou sua 7ª vitória na carreira - todas foram por nocaute ou finalização, e seis delas no 1º assalto.

"Em uma entrevista antes da luta eu disse que ele tentaria trocar comigo, mas após sentir a força e a velocidade, ele provavelmente tentaria me derrubar e seria ali que eu encerraria a luta. E foi exatamente o que aconteceu. Eu previ o que aconteceria, então capitalizei nisso", disse Medic.

Trevin Jones vence Mario Bautista por nocaute no 2º round

Trevin Jones comemora após nocautear Mario Bautista no UFC 259.

Após ter a vitória sobre Timur Valiev, em sua estreia no Ultimate, revertida para sem resultado por violação em exame antidoping, Trevin Jones, agora de fato, conquistou seu primeiro triunfo no Octógono ao nocautear Mario Bautista no 2º round da luta de abertura do card.

Resultados oficiais

Card principal

Jan Blachowicz venceu Israel Adesanya por decisão unânime (49-46, 49-45, 49-45).

Amanda Nunes venceu Megan Anderson por finalização (triângulo e chave de braço) aos 2m03s do 1º round.

Aljamain Sterling venceu Petr Yan por desclassificação (joelhada ilegal) aos 4m29s do 4º round.

Islam Makhachev venceu Drew Dober por finalização (katagatame) a 1m37s do 3º round.

Aleksandar Rakic venceu Thiago Marreta por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27).

Card preliminar

Dominick Cruz venceu Casey Kenney por decisão dividida (28-29, 29-28, 30-27).

Kyler Phillips venceu Song Yadong por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Askar Askarov venceu Joseph Benavidez por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26).

Kai Kara-France venceu Rogério Bontorin por nocaute aos 4m55s do 1º round.

Tim Elliott venceu Jordan Espinosa por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-25).

Kennedy Nzechukwu venceu Carlos Ulberg por nocaute aos 3m19s do 2º round.

Sean Brady venceu Jake Matthews por finalização (katagatame) aos 3m28s do 3º round.

Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico aos 3m39s do 1º round.

Uros Medic venceu Aalon Cruz por nocaute técnico a 1m40s do 1º round.

Trevin Jones venceu Mario Bautista por nocaute técnico aos 47s do 2º round.

Assine o CombateSiga o UFC Brasil no Youtube