Pular para o conteúdo principal

Cormier quer ajuda de Anderson Silva e Lyoto Machida para luta contra Jones

Desafiante ao título dos meio-pesados confia em treinos com astros brasileiros

Daniel Cormier fará a luta mais importante da carreira no MMA dia 27 de setembro, no UFC 178, contra Jon Jones, campeão dos meio-pesados. E o wrestler norte-americano revelou que pretende contar com parceiros de treino ‘de gala’ para enfrentar um oponente de alto calibre.

“Já entrei em contato com caras que moram na Califórnia, como Anderson Silva e Lyoto Machida. Posso ir pra lá, ficar e treinar com eles por uma ou duas semanas, por exemplo. É uma possibilidade. Não acertamos os detalhes ainda, mas é bem provável que aconteça. Seria uma grande honra”, disse Cormier.

Mesmo com auxílio do conhecimento dos astros brasileiros, Cormier afirma que valoriza – e muito – a AKA (American Kickboxing Academy), onde treina com parceiros como Cain Velasquez e Luke Rockhold

“Já falei para Jones: me mostre dois amigos seus que vão te preparar melhor do que Velasquez e Rockhold. Não existe. Só vou buscar um pouco lá fora, mas não vou sair muito da rotina e minha zona de conforto”, disse. 

“Acho que dia 27 de setembro coisas como envergadura e altura não vão importar. Tenho habilidade  de sobra para vencer Jones, vou cumprir meu trabalho da melhor maneira possível”, emendou Cormier.