Pular para o conteúdo principal

Cormier rasga elogios a Gustafsson e revela aprendizado após UFC 192

 Campeão meio-pesado defendeu título em duelo memorável


Respeito. Essa é a palavra que resume os sentimentos de Daniel Cormier em relação a Alexander Gustafsson depois da batalha épica no UFC 192. Na coletiva de imprensa realizada após o evento, o campeão dos meio-pesados falou sobre o adversário, que venceu por decisão dividida.

Igressos à venda para o UFC SPVisite a UFC StoreBaixe o aplicativo do UFCAssine o Canal Combate

“O Alexander ganhou meu respeito. É muito difícil estar em uma situação onde o seu coração está acelerado enquanto você volta ao centro do octógono sem saber exatamente o que aconteceu. Você está sangrando, e tudo dói no seu corpo. É preciso ser honesto, e a verdade é que aquele cara me deu uma surra, e me fez lutar em um nível que eu nem sabia que podia lutar. Eu agradeço por isso”, disse o campeão, que voltou atrás com a promessa de que forçaria o sueco a se aposentar depois deste confronto.

“Não quero que ele vá a lugar algum. O esporte precisa de caras como o Alexander Gustafsson, que dão tudo contra os melhores lutadores do mundo. Ele fez uma das melhores lutas de 2013 contra Jon Jones, e nós dois acabamos de fazer uma das melhores lutas deste ano. Não existem muitos caras no mundo que podem dizer que chegaram a uma decisão dividida em lutas de título comigo e com o Jones. Seria um crime se ele não lutasse por muito mais tempo”, afirmou.

Com a vitória, vieram também as lições. Emocionado, Cormier revelou que aprendeu sobre si mesmo depois da batalha memorável deste sábado.

“Aprendi que não importa o quanto seja difícil, se eu acreditar no que meus treinadores dizem e seguir meu coração, eu consigo fazer o trabalho. Sempre soube disso, já lidei com muitas coisas na minha vida, mas o Alexander me fez provar isso esta noite. Assim como eu cresci na luta contra o Josh Barnett em 2012, isso foi outro nível”, declarou.