Pular para o conteúdo principal

Dana muda discurso e pede que críticas a Barão sejam amenizadas

Presidente do UFC acha que potiguar já foi punido demais nos últimos dias

Renan Barão não receberá nada da bolsa combinada com o UFC após todo imbróglio que o tirou do combate contra T.J. Dillashaw na edição 177, no último sábado. Mesmo com a punição pesada, o chefão Dana White mudou o discurso e pediu para que a imprensa "alivie" as críticas sobre o lutador potiguar.

"Todos ficamos chateados por ele (Barão) não ter batido o peso. Não há desculpas para o que ele fez. Mas ele é bom garoto, não é um cara ruim. Apenas ele e a equipe sabem o que realmente aconteceu. Eles têm de conversar de verdade para chegar a um consenso sobre tudo isso e nunca mais repetir tais problemas", disse o presidente.

"Ele já está pagando pelo que aconteceu, já foi penalizado de forma severa. Passou um verdadeiro inferno, e ainda vai para casa sem receber a bolsa", emendou White.

O mandatário deixou claro que o fato de Barão ter gasto quantia significativa em mais um camp de treinamento, e agora ficar sem dinheiro para suprir os gastos, é mais que suficiente como lição.

"Ele (Barão) não luta desde maio, e agora não receberá nenhum centavo. Treinamentos sempre custam uma boa grana e não sabemos quando ele poderá voltar a competir. As punições no MMA são piores do que em qualquer outra modalidade. Barão chegou em um ponto da carreira em que tem feito dinheiro. Mas só continuará assim desde que seja profissional", comentou.