Pular para o conteúdo principal

Daniel Cormier promete usar wrestling para bater Alexander Gustafsson

Campeão dos meio-pesados enfrentará sueco em sua primeira defesa de título



Dono do título dos meio-pesados, Daniel Cormier já sabe que enfrentará Alexander Gustafsson em sua primeira defesa de cinturão. O duelo, no entanto, ainda não tem data definida, pois o norte-americano ainda está passando por um tratamento no joelho.

Sem previsão de retorno, 'DC' aproveita o tempo longe da academia para estudar seu próximo oponente. Em entrevista ao Combate, o integrante da American Kickboxing Academy analisou que o sueco oferece mais perigo do que o antigo campeão da categoria, Jon Jones, e prometeu usar seu forte wrestling para bater o desafiante.

"Ele apresenta muitos desafios que ainda não vi. Desafios diferentes até mesmo que os de Jones. Acho que ele é melhor tecnicamente que Jones. Jones é muito técnico, mas ele é tão versátil que você não consegue decifrá-lo. Com Gustafsson, você sabe que enfrentará um boxer de alto nível, mas ele é tão bom no que faz que é difícil se preparar. Mas eu sou confiante. Sei que sou bom de wrestling e não vou fugir disso. Vou colocá-lo em situações às quais ele não está acostumado. Ele não tem uma vida de wrestling e o corpo dele vai começar a cansar, as pernas não vão se mexer tão bem quanto no primeiro round. Vou tentar pressioná-lo, não dar espaço. Essa luta não vai ser bonita. Para eu ganhar, terá que ser uma luta suja. Não posso vencer Alexander Gustafsson se for uma batalha técnica de trocação", afirmou.

Com um cartel de 15 vitórias e apenas uma derrota, Cormier tem nas quedas o ponto forte de seu jogo. Depois de participar de dois Jogos Olímpicos com a seleção norte-americana de wrestling, o campeão garante que não fugirá de suas origens para defender o título.

"Vou ter que trabalhar movimento de cabeça e entradas de queda. O jeito que eu posso ganhar do Alexander é o mesmo jeito que eu posso ganhar de qualquer um. Estou no meu melhor quando consigo implementar meu plano de luta. Posso colocar os caras para baixo. Sou um wrestler e tenho que fazer isso" , disse.