Pular para o conteúdo principal
Entrevistas

Deiveson Figueiredo quer “fazer o show da noite” contra Jussier Formiga

Brasileiros duelam no UFC Nashville de olho em uma disputa de cinturão

Com quatro vitórias em quatro lutas no UFC, sendo três delas por nocaute, Deiveson Figueiredo vem escalando rapidamente o ranking da divisão peso-mosca. Neste sábado (23), ele terá a grande oportunidade de sua carreira, quando medirá forças com o atual número um na categoria, o também brasileiro Jussier Formiga, no UFC Nashville.

Mais UFC Nashville: Motivos para verCard completo | Como assistir

Mas muitas coisas aconteceram entre a última vitória do “Deus da Guerra” no Octógono, conquistada em agosto de 2018 contra John Moraga, e seu compromisso no próximo final de semana.

Primeiro, ele foi escalado para encarar o ex-desafiante ao título Joseph Benavidez, em confronto que acabou cancelado por problemas de datas; em seguida, viveu a emoção de se tornar pai pela primeira vez.

O nascimento de Benício, em janeiro, mudou os rumos da vida do lutador, como ele próprio contou em entrevista ao UFC Brasil: “Nasceu o meu ‘molecão’”, disse, emocionado, “Agora o que eu faço é pensando nele, então não vou deixar ninguém tirar o que eu posso dar de melhor para ele”.

E a qualidade de vida que o paraense de 31 anos quer dar ao seu filho é aquela de um campeão do Ultimate. Só que para chegar na oportunidade de conquistar o cinturão, ele precisa antes passar por um compatriota que também está de olho no ouro.

Dois brasileiros colidem no octógono neste sábado (23), na edição do UFC Nashville. Número um do ranking do peso-mosca, Jussier Formiga encara o compatriota, e quarto colocado na categoria, Deiveson Figueiredo.

Brasil

Formiga vive sua melhor fase na organização, soma três vitórias consecutivas no Octógono e, como mencionado acima, ocupa atualmente a primeira colocação no ranking da divisão até 57kgs. Nada que abale a confiança de Deiveson.

“Surgiu a proposta para lutar com Formiga e eu aceitei imediatamente, por ser uma luta boa para mim”, disse, “Eu espero um nocaute no primeiro round para ficar ainda mais bonito, e com certeza a disputa de cinturão vem”.

Invicto em 15 lutas na carreira, Deiveson, pupilo dos irmãos Marajó, terminou sua preparação para o duelo pela segunda vez consecutiva na Team Alpha Male, equipe norte-americana formadora dos ex-campeões TJ Dillashaw e Cody Garbrandt, e do membro do Hall da Fama do UFC, Urijah Faber.

Mais familiarizado com os Estados Unidos e com a língua inglesa, ele já sabe o que pretende fazer caso de fato saia com a vitória neste sábado: “Aí é correr para a torcida e abrir a boca”, disse.

Antes disso, no entanto, ele promete que vai fazer valer o dinheiro dos fãs presentes na Bridgestone Arena: “O público pode esperar o que eu sempre faço de melhor, que é entrar para nocautear e fazer o show da noite, porque eles pagam ingresso para assistir”.

Assine o combate | Siga o UFC Brasil no Youtube