Pular para o conteúdo principal

Do início à consagração - Os penteados de Vitor Belfort nos 20 anos de UFC

Confira uma seleção de fotos com os melhores cortes de cabelo do lutador

Vitor Belfort iniciou cedo sua carreira no MMA, em 1997, quando tinha apenas 19 anos. Na ocasião, ainda com um estilo mais discreto, o 'Fenômeno' venceu Scott Ferrozzo por nocaute no primeiro round, naquela que pode ser considerada a sua primeira luta oficial no UFC.

Confira o card completo do UFC Fortaleza
De lá para cá, o brasileiro fez história, derrotou nomes consagrados e ostentou o cinturão do UFC. Nesses 20 anos de carreira, Vitor também passou por diversas transformações no seu estilo, principalmente nos cortes de cabelo, ora mais tradicionais, ora mais extravagantes.

Confira abaixo uma seleção de fotos com os diferentes cortes de cabelo que Belfort usou ao longo de sua carreira. Aos 39 anos, o brasileiro se prepara para mais um desafio frente a Kelvin Gastelum na luta principal do UFC Fortaleza, nesse sábado (11), no Centro de Formação Olímpica.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC

Com os cabelos raspados, em outubro de 1998, em São Paulo, Vitor Belfort derrotou Wanderlei Silva por nocaute no primeiro round.

Em janeiro de 2004, em Las Vegas, e ainda com um estilo mais discreto, Belfort derrotou Randy Couture e tomou posse do cinturão dos meio-pesados.

Em setembro de 2012, quando enfrentou Jon Jones no UFC 152, em Toronto (Canadá), Vitor já exibia os cabelos um pouco mais volumosos.

Hoje sua marca registrada, o estilo moicano foi utilizado pela primeira vez na vitória sobre Michael Bisping, em janeiro de 2013. Vitor nocauteou o norte-americano no segundo round e faturou o prêmio de nocaute da noite.

O estilo moicano também o acompanhou durante seus treinamentos.

Contra Luke Rockhold, em maio de 2013, Belfort manteve o penteado e nocauteou o adversário no primeiro round.

No segundo duelo contra Dan Henderson, em novembro de 2013, Vitor incrementou ainda mais o seu moicano. E garantiu a vitória sobre o norte-americano, por nocaute no primeiro round.

Contra o ex-campeão Chris Weidman, no UFC 187, em 2015, Belfort mais uma vez inovou e substitui os raios por uma cruz.

Vitor voltou a apostar no moicano em nova vitória sobre Dan Henderson, encerrando trilogia contra o norte-americano no UFC SP, em novembro de 2015.

Já contra Ronaldo Jacaré, no UFC 198, Vitor Belfort deixou a barba crescer e também mudou o corte de cabelo.

Em sua última luta, contra Gegard Mousasi no UFC 204, em 2016, Belfort mudou novamente.

Para o duelo deste sábado (11), no UFC Fortaleza, Vitor escolheu aquele que talvez seja o visual mais discreto de sua carreira.