Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Em números, a história da divisão peso-galo feminina

Confira dados e estatísticas da categoria da campeã brasileira Amanda Nunes


1492
Dias desde a criação da divisão feminina peso-galo, com a nomeação da então campeã da categoria no Strikeforce, Ronda Rousey, como campeã inaugural, que ocorreu em coletiva de imprensa no dia 6 de dezembro de 2012
1074
Desses dias foram de reinado de Ronda Rousey como primeira e única campeã da divisão
4
Lutadoras do UFC tiveram o cinturão da categoria - Ronda Rousey, Holly Holm, Miesha Tate e a atual campeã Amanda Nunes
157
Evento do UFC no qual ocorreu a primeira luta feminina da história da organização, a luta principal, pelo cinturão, em que Ronda Rousey derrotou a primeira desafiante, Liz Carmouche
6
Defesas de cinturão consecutivas fez Rousey entre o UFC 157 e o UFC 190, sendo esta a 6ª maior sequência de defesas consecutivas da história do UFC
5
Destas defesas terminaram no primeiro round - a única a ir além disso foi a futura campeã Miesha Tate, no UFC 168
3
Destas defesas terminaram em menos de um minuto

14
Segundos demorou para que a então campeã Ronda Rousey aplicasse uma chave de braço em Cat Zingano no UFC 184, sendo esta a 2ª vitória mais rápida da história do Ultimate em uma luta de cinturão, atrás dos 13 segundos de Conor McGregor no UFC 194
16
Segundos demorou para que Rousey nocauteasse Alexis Davis no UFC 175, empatado com Frank Shamrock com a 4ª vitória mais rápida em lutas de cinturão
193
Evento do UFC em que Holly Holm nocauteou Rousey no segundo round e se tornou a primeira lutadora a vencer Ronda em uma luta profissional, e a segunda campeã peso-galo da história do UFC
56.214
Público total no Etihad Stadium, em Melbourne, na Austrália, que viu de perto a histórica vitória de Holm sobre Rousey
196
Evento em que Miesha Tate finalizou Holm no quinto round, conquistando o cinturão da divisão
23m30s
Tempo de luta quando da finalização de Tate em Holm, a vitória por interrupção mais tardia de 2016, e a quarta mais tardia da história do UFC

75
Lutas foram realizadas pelo peso-galo feminino até hoje, incluindo uma sem resultado
22
Nocautes
12
Finalizações
40
Decisões
35
Porcentagem destas decisões que foram divididas (14), maior porcentagem entre todas as divisões do UFC, sendo a segunda a peso-galo masculina, com 24%
200
Evento em que Amanda Nunes finalizou Miesha Tate no primeiro round, conquistando o cinturão
207
Evento em que, mais recentemente, Amanda fez sua primeira defesa de título, nocauteando a ex-campeã Ronda Rousey no primeiro round
48
Segundos bastaram para a “Leoa” aplicar 27 golpes significativos e derrubar a ex-campeã
517
Dias se passaram entre a defesa de título de Amanda e a última defesa de título bem sucedida na divisão, quando Ronda venceu Bethe Correia no UFC 190

5
Vitórias consecutivas tem Amanda Nunes no UFC, maior sequência atual na divisão peso-galo
7
Vitórias tem a “Leoa” no octógono, maior número da categoria
6
Vitórias por interrupção tem Amanda (4 nocautes, 2 finalizações), empatada com Ronda com o maior número na história da categoria
92,9
Porcentagem das vitórias da brasileira na carreira foram por interrupção - 10 nocautes, 3 finalizações
18
Temporada do TUF que, pela primeira vez, teve competidoras da divisão peso-galo, e que acabou vencida por Julianna Pena
2
Atual posição de Julianna no ranking peso-galo do UFC
4
Vitórias consecutivas tem Pena no UFC, incluindo dois nocautes no primeiro round
1
Atual posição de Valentina Shevchenko no ranking peso-galo, lutadora que vai enfrentar Pena ainda neste mês, em uma luta que pode definir a próxima desafiante ao título
40
Chutes nas pernas aplicados por Valentina no duelo contra a ex-campeã Holly Holm, que terminou com vitória de Shevchenko por decisão unânime no último mês de julho

206
Golpes signifcativos aplicados por Jessica Andrade na luta contra Rosi Sexton, o maior número de golpes significativos em uma única luta na história do peso-galo, e o 3º maior na história do UFC
202
Golpes signifcativos aplicados por Sarah Kaufman na luta contra Leslie Smith, 2º maior número de uma luta do peso-galo, e 4º maior na história do UFC
5
Prêmios de “Luta da Noite” recebeu a divisão - Cat Zingano x Miesha Tate, Ronda Rousey x Miesha Tate 2, Ronda Rousey x Holly Holm, Lauren Murphy x Kellyz Faszholz e Leslie Smith x Irene Aldana
14
Prêmios de “Performance da Noite” - Ronda Rousey (4x), Amanda Nunes (3x), Germaine de Randamie, Holly Holm, Sara McMann, Julianna Pena, Raquel Pennington, Marion Reneau e Miesha Tate
1
Prêmio de “Finalização da Noite” - Ronda Rousey no UFC 168
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC