Pular para o conteúdo principal

Em recuperação, Charles do Bronx mira retorno ainda em 2015

Peso-pena quer revanche contra Max Holloway


Charles do Bronx participou de um dos duelos com os desfechos mais frustrantes de 2015. Em pouco mais de um minuto na luta contra Max Holloway, o brasileiro sofreu uma lesão no pescoço e não conseguiu continuar a competir, sendo declarado o derrotado por nocaute técnico.

Por conta da lesão, o peso-pena foi rapidamente encaminhado ao hospital em Saskatoon, no Canadá, e continuou o tratamento no Brasil. Em entrevista ao portal Globoesporte, Charles contou que já foi liberado para realizar alguns movimentos com o pescoço, e que espera fazer seu retorno ainda em 2015. 
Ingressos à venda para o UFC São Paulo | Assine o Canal Combate | Baixe o aplicativo do UFC 
"A recuperação está 100%, graças a Deus. Já comecei a trabalhar alguns movimentos que os médicos fisioterapeutas liberaram e aos poucos estou readquirindo a confiança. Acredito que daqui para o fim do ano estarei pronto para lutar novamente", afirmou.

Número sete do ranking da divisão até 66kg, Charles estava em uma sequência de quatro triunfos antes do revés para Holloway, e uma vitória sobre o havaiano teria deixado o brasileiro bem próximo a uma disputa de título. É por isso que o paulista pensa em reencontrar seu algoz no octógono.

"2015 foi um ano espetacular e maravilhoso porque conquistei quatro grandes vitórias. Apesar de o UFC ter confirmado a vitória para o Holloway, não considero o último compromisso como derrota. Não teve luta. Tive uma lesão com um minuto de combate e não pude continuar no octógono. Espero estar pronto para voltar a lutar ainda neste ano. Quero muito uma revanche contra o Holloway", declarou.

Holloway, no entanto, já tem compromisso marcado para 12 de dezembro, quando encara Jeremy Stephens no card do UFC 194. O evento terá como luta principal a unificação do título peso-pena entre José Aldo e Conor McGregor