Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Equipe de Weidman ganha reforço de outro lutador - Ian Matuszak

 Conheça a história inspiradora

L-R: Alec and Ian Matuszak watch Chris Weidman’s preview video just before the champion weighed in Friday at MGM Grand for UFC 194.
Essa pode ser a hora de Chris Weidman brilhar, mas é o momento de Ian Matuszak inspirar.

Quando o campeão peso-médio do UFC estiver caminhando em direção ao octógono no sábado à noite para enfrentar o desafiante Luke Rockhold na aguardada co-luta principal do UFC 194, seu parceiro de  equipe na Longo & Weidman MMA em Garden City, NY, estará logo atrás dele, com conselhos sólidos.

"Evite os chutes, não importa como", aconselhou Matuszak, de 20 anos, um faixa-azul de jiu-jítsu com um olho afiado para a estratégia na luta agarrada. Mas é o incrível coração e força de vontade desse magnífico lutador que está motivando Weidman a se superar em sua defesa de título.

Prematuro, nascido 15 semanas antes da data esperada, em maio de 1995, junto com seus dois irmãos gêmeos, Ian Matuszak foi diagnosticado com paralisia cerebral, assim como o irmão Alec. A irmã Sydney precisou de cirurgia para repara a escoliose em sua espinha.

Os dois meninos Matuszak usam muletas para andar diariamente, e recorrem a cadeiras de rodas motorizadas para percorrerem distâncias mais longas. Mas quase nada é capaz de os parar, nem mesmo o obstáculo mais recente no caminho de Ian: ele foi diagnosticado com câncer no esôfago, estágio 3.

Ian é um atleta premiado de jiu-jítsu, estudante universitário e blogueiro. Ele é inteligente, esperto e carismático. A família Matuszak exemplifica o mantra: somos todos lutadores.

"O Ian realmente se encontrou no MMA. E ele não sabe o quanto inspira as pessoas apenas sendo ele mesmo", disse Ed Matuszak, pai do jovem. "Eu tenho muito orgulho dele."

"Ele já passou por muita coisa", declarou Weidman, que trabalhou junto ao UFC para levar toda a família Matuszak para Las Vegas para acompanhar o UFC 194, com tudo pago. "Todos os dias, o Ian me anima. Estou muito feliz de poder fazer isso por ele, e de ele poder fazer isso por mim."

Weidman fez os preparativos para que o rapaz e sua família comparecessem à pesagem de sexta-feira (11), com Alec e Ian em lugares especiais perto do palco. Depois de tudo, a família encontrou o lutador nos bastidores.

Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC 

"Não sei se você sabe disso," disse Weidman a Ian, "mas você vai fazer a caminhada até o octógono comigo. E você precisa de um uniforme."

Com isso, Weidman deu a Matuszak uma mochila especial da Reebok para o UFC, completa com um autêntico kit de equipe - a camisa do Weidman campeão e um uniforme para o aquecimento.

"Mas que m…?", deixou escapar o garoto, completamente surpreso, arrancando risos de todos. "Isso é incrível! Meu Deus, obrigado!"

"Você é demais, cara", disse Weidman, apertando sua mão. "Será divertido."  

Matuszak admite que a árdua viagem, incluindo o voo de cinco horas até Las Vegas, não foi fácil.

"Você bateu em algum irlandês?" brincou Weidman.

"Não, mas se algum deles tentasse alguma coisa, eu estrangularia", respondeu Matuszak sorrindo.

"Isso é verdade. Você tem a habilidade. Você é um faixa-azul agora", disse o campeão.

O treinador Ray Longo se juntou a eles, dando os parabéns a Matuszak. "Agora você é um membro do time oficial, é parte da comitiva, amigo."

Motivado a aprender sobre o MMA depois de ficar encantado com a épica batalha entre Dan Henderson e Maurício Shogun no UFC 139, Ian se tornou um estudioso fervoroso do esporte e se juntou à Power Gym/Longo & Weidman MMA em 2013.

Treinar e ganhar graduações no jiu-jítsu ajudou Matuszak a superar a depressão que o acompanhou durante a adolescência, quando se sentia impotente para viver a vida que queria.

"Me deu confiança para fazer qualquer coisa", disse o jovem, que ganhou suas honras no jiu-jítsu sob a tutela dos instrutores Pete "Drago" Sell e Dave Patton, estendendo a herança de grandeza de Matt Serra e Renzo Gracie.

Todas essas lendas estavam presentes na cerimônia de graduação de Matuszak em outubro, assim como Weidman, Al Iaquinta, Eddie Gordon, Aljamain Sterling e mais de 200 espectadores. E foi essa família próxima do MMA que ajudou a montar uma página de financiamento coletivo para auxiliar nos tratamentos médicos de Ian após o câncer ser diagnosticado. 

No UFC 194, a estrada para a grandeza de Ian Matuszak incluirá uma caminhada atrás de Weidman, um campeão do UFC que tira forças da incrível jornada do faixa-azul.

"Quando entrarmos lá amanhã, precisamos dar conta dos negócios", disse Weidman com um aperto de mão na sexta-feira.

"É claro! Você precisa usar seus cotovelos!", aconselhou Matuszak. "E não seja atingido pelos chutes. Por favor!"

O UFC 194 terá transmissão AO VIVO e EXCLUSIVA do Canal Combate a partir das 21h (horário de Brasília). Assine já e não perca.