Pular para o conteúdo principal

Estrangulamentos em pé e equilíbrio marcam o card preliminar do UFC 188

 Patrick Williams conseguiu a finalização mais rápida na história dos galos

 
A torcida mexicana teve um belo aperitivo do que está por vir no card principal do UFC 188. Logo na primeira luta da noite, o ex-participante do TUF América Latina, Gabriel Benitez, dominou Clay Collard nos três rounds e saiu vitorioso. O mexicano consegue seu segundo triunfo no Ultimate, sendo que o primeiro também foi no México, no UFC 180, com uma finalização sobre Humberto Morrison.

Nos meio-médios, Cathal Pendred levou a melhor sobre Augusto Montano, também por decisão unânime. A luta entre ambos foi bem equilibrada, com bons momentos para os dois lutadores. Esta é a quarta vitória do irlandês no Ultimate, que é parceiro de treinos de Conor McGregor. Os leves Francisco Trevino e Johnny Case também fizeram um bom combate, que terminou com vitória do norte-americano. Esta é o 21º triunfo de Case, que tem apenas 25 anos de idade.

Após três lutas decididas pelos juízes, Patrick Williams conseguiu a finalização mais rápida na história dos galos com um estrangulamento em pé sobre Alejandro Perez com apenas 23 segundos de combate. O norte-americano partiu pra cima de maneira avassaladora e derrubou o mexicano com um soco fortíssimo de direita, encaixando uma guilhotina logo em seguida que só foi interrompida após o árbitro perceber que Perez havia apagado.

A luta seguinte foi praticamente um replay. Efrain Escudero bateu Drew Dober com uma estrangulamento em pé logo no início da luta. Os atletas chutaram ao mesmo tempo, mas Dober escorregou e o mexicano aproveitou o momento para pegar o pescoço de seu adversário. "Para mim é incrível chegar aqui e vencer a luta. Obrigado a todos que me apoiaram. Não poderia ter sido melhor", disse Escudero, que foi o primeiro atleta do México a entrar no octógono.

No combate encerrando o card preliminar, o medalhista olímpico Henry Cejudo caminhou até o octógono vestido de guerreiro asteca e levou todo o espírito para a luta contra Chico Camus, derrotando o oponente por decisão unânime. O norte-americano filho de mexicanos pressionou bem seu adversário contra a grade e mostrou precisão na hora de acertar golpes. Esta é a nona vitória de Cejudo na carreira, que permanece invicto. Confira os resultados:

Henry Cejudo venceu Chico Camus por decisão unânime (29-28; 30-27; 30-27)
Efrain Escudero venceu Drew Dober por finalização no R1
Patrick Williams venceu Alejandro Perez por finalização no R1
Johnny Case venceu Francisco Trevino por decisão unânime (triplo 30-27)
Cathal Pendred venceu Augusto Montano por decisão unânime (triplo 29-28)
Gabriel Benitez venceu Clay Collard por decisão unânime (triplo 30-27)