Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Experiência e atitude são as chaves de Dennis Bermudez rumo ao topo

Top 10 dos pesos-penas enfrenta Chan Sung Jung na luta principal do UFC Houston


Atual nono colocado no ranking dos pesos-pena, Dennis Bermudez enfrenta Chan Sung Jung na luta principal do UFC Houston, neste sábado.
Garanta já o seu ingresso para o UFC Fortaleza, em 11 de março
Dono de um wrestling refinado, a “Ameaça” sabe do estilo agressivo e ofensivo do “Zumbi Coreano”, e garante ter experiência suficiente para não cair nas armadilhas do adversário.
“Na derrota para o Ricardo Lamas, perdi porque fui muito agressivo e deixei a cautela de lado”, disse Bermudez sobre o revés por finalização em 2014, que encerrou uma sequência de sete vitórias consecutivas à época, “Nas minhas últimas duas lutas, consegui saber quando aplicar pressão e quando ser um pouco mais estratégico com meu ataque”.
Mais UFC Houston: Zumbi Coreano promete fazer jus a apelidoCinco motivos para não perder | Olho Neles! | 10 melhores lutas em fevereiro
Isso fez a diferença para Bermudez, que vem embalado por vitórias sobre Tatsuya Kawajiri e Rony Jason nestes combates.
Apesar de saber que um terceiro triunfo seria muito importante na busca pelo topo da categoria, Bermudez não está pensando apenas em seu próximo adversário, mas principalmente em evoluir como um todo, pois apenas assim conseguirá atingir seu objetivo final.
“Quando me perguntam se vou me preparar para um oponente específico, sim, mas não muito”, explicou o atleta, “Meu objetivo é ser capaz de vencer qualquer um. Estou treinando para ser o melhor do mundo, não apenas para vencer o Zumbi Coreano”.
Mesmo assim, a vitória e a consagração não são obsessões para Bermudez. Vice-campeão do TUF 14, ele já faz parte do plantel do UFC há mais de cinco anos e já vai em busca da 10ª vitória no octógono, mas nunca esquece uma lição que aprendeu no reality com seus parceiros de time Dustin Pague e Johnny Bedford.
“Eles diziam, ‘Você não precisa lutar, você pode lutar’. Penso nisso toda vez. Eu não preciso lutar. Eu tenho a oportunidade de lutar. É isso que eu quero fazer. Muitas pessoas gostariam de estar no meu lugar agora, então é aproveitar o momento, a oportunidade e me divertir”, concluiu.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC