Pular para o conteúdo principal

Fãs apostam que diferença de altura será vantagem para Gustafsson no UFC 192

 

O UFC 192 está cada vez mais próximo. Neste sábado, Daniel Cormier tentará fazer sua primeira defesa do título dos meio-pesados contra Alexander Gustafsson, e uma das grandes questões que cercam o combate é: tamanho realmente é fundamental?

Isso porque a diferença de altura entre campeão e desafiante é considerável. ‘DC’ mede “meros” 1,80m, enquanto Gustafsson tem 1,95m. A disparidade não fica só no tamanho, já que a envergadura – medida entre as pontas dos dedos dos atletas quando estão de braços abertos – também é bem distinta: 1,82m para Cormier contra os 2m do sueco.

Usar e abusar dos braços e pernas compridos, inclusive, pode ser a estratégia adotada pelo desafiante. É possível que Gustafsson trabalhe sua envergadura para golpear em longa distância, garantindo pontos ao mesmo tempo em que mantém o campeão longe e o impede de fazer seu perigosíssimo jogo de quedas.

Leia maisEstrelas do UFC 192 falam sobre Jon JonesGustafsson: "Cinturão vai para a Suécia" | Cormier: "Estou em um nível mais alto"

Adversários altos, porém, não são nenhuma novidade para Cormier. Até 2013, o norte-americano competia na categoria dos pesos-pesados, e já venceu “gigantes” como Antônio Pezão (1,93m) e Josh Barnett (1,90m). Na primeira vez em que disputou o título dos meio-pesados, o atleta conseguiu encurtar a distância e derrubar Jon Jones, de 1,93m, e fez o mesmo em sua conquista de título contra Anthony Johnson, que mede 1,87m.

Mas, no fim das contas, o tamanho faz diferença? Perguntamos a vocês fãs através de nossa enquete, e 60% das respostas aponta que a disparidade na altura pode ser, sim, uma vantagem para o sueco. Mas só teremos certeza disso no sábado. Assine o Canal Combate e não perca nenhum detalhe deste lutão!

Ainda não votou em nossa enquete? Clique aqui e deixe a sua resposta!

Ingressos à venda para o UFC São Paulo 
Visite a UFC Store
Baixe o aplicativo do UFC em seu celular