Pular para o conteúdo principal

Frankie Edgar pede luta contra McGregor antes de unificação de cinturões

Norte-americano diz que tem bom estilo para enfrentar campeão interino


Atual número dois do ranking peso-pena, Frankie Edgar acompanhou o duelo entre Conor McGregor e Chad Mendes de perto. Sentado na primeira fila da arena em Las Vegas no sábado, o norte-americano viu o irlandês conquistar o título interino da categoria ao nocautear no fim do segundo round, e subiu ao octógono para dar os parabéns ao novo campeão, aproveitando também para lançar um desafio.
- Assine o Canal Combate e não perca nenhum detalhe do UFC

"Eu fui até o octógono, disse parabéns ao Conor e perguntei por que ele e eu não lutamos antes do Aldo. Quem sabe quanto tempo o Aldo vai demorar (para se recuperar). Deixem que ele e eu acertamos as contas", disse o ex-campeão peso-leve ao portal MMA Fighting.

Dono de títulos no wrestling, Mendes conseguiu derrubar McGregor algumas vezes, acertando cotoveladas no ground and pound, mas o pouco tempo de preparação teve efeito na performance do norte-americano. Ainda na primeira parcial, "Money" demonstrou sinais de cansaço, e deu chances para o rival crescer e conquistar o nocaute no segundo round.

"Acho que o Mendes estava indo bem", analisou Edgar. "Ele conseguiu as quedas. Créditos ao Connor, que foi capaz de manter a compostura e voltar a ficar de pé. O Chad pareceu perder o ritmo, ficar cansado. Ele aceitou a luta com pouco tempo de antecedência e o Conor capitalizou".

Ainda sem data nem oponente definidos para sua próxima aparição no octógono, Edgar diz acreditar que, comparado ao de Mendes, seu estilo de jogo oferece mais perigo a McGregor. "Eu me movimento mais do que o Chad. Minhas quedas são como as dele, acho que tenho um bom ground and pound. Eu não perco muito o ritmo”.
Leia também:
'Não tem noção do que te espera', diz treinador de Aldo para Mcgregor
Fã do UFC, Neymar mostra ansiedade por luta entre José Aldo e Conor McGregor
Conor McGregor provoca José Aldo após vitória e revela que lutou lesionado
McGregor cumpre promessa, vence Mendes e conquista cinturão interino