Pular para o conteúdo principal

GSP avisa: voltar aos treinos não quer dizer que irei lutar

Ex-campeão dos meio-médios disse que não definiu se voltará aos octógonos 


Georges St-Pierre está de volta aos treinos, mas não necessariamente ao MMA. Recuperado de uma cirurgia no joelho, o ex-campeão dos meio-médios foi liberado pelos médicos no início do mês, o que gerou muita especulação sobre sua volta ao octógono. GSP, no entanto, garantiu que ainda não tem planos concretos para voltar a competir profissionalmente.
GSP recebe liberação médica para voltar a treinar

"Eu vou dizer a verdade: eu sempre treinei", comentou o canadense em entrevista ao programa “You’re Welcome”, apresentado pelo ex-lutador Chael Sonnen. "Eu comecei a treinar quando tinha sete anos de idade. Eu nunca parei, por isso não quer dizer nada. Não quer dizer se irei voltar ou não”.
GSP: Nick Diaz errou ao aceitar luta contra Spider nos médios

Depois de mais de seis anos com o cinturão do Ultimate, o lutador entrou em um hiato na carreira após o duelo contra Johnny Hendricks, no final de 2013. O ex-campeão ainda não tomou uma decisão sobre seu futuro, mas avisa que precisa estar motivado para voltar ao octógono.

“Eu não sinto aquela fome, aquela vontade de lutar. Quando você perde a motivação, você não pode reinventar a si mesmo e você permanece sem evoluir. Para mim, era a hora de dar uma pausa. Ainda não sei se irei me aposentar ou não, mas sempre estarei treinando pois gosto de me sentir em forma”, explicou.

Georges St-Pierre é considerado um dos maiores nomes que já passaram pelo UFC. O lutador de 32 anos detém o recorde de vitórias na organização, com 19, além de 10 defesas consecutivas de cinturão. O ex-campeão possui um cartel de 25 triunfos e apenas duas derrotas, vencendo nomes como B.J. Penn, Matt Hughes, Nick Diaz e Josh Koscheck.