Pular para o conteúdo principal

Jennifer Maia prega calma, mas vê disputa de título do UFC no futuro

Ex-campeã do Invicta FC faz estreia no UFC Boise

Vez ou outra o UFC recebe um estreante que é diferenciado. Isso porque não é alguém que está surgindo no esporte, mas sim um ou uma atleta que já tem carreira consolidada em outras organizações. Este é o caso da estreante do UFC Boise, Jennifer Maia

Com seis vitórias seguidas, sendo que as três últimas lutas duraram cinco rounds, a curitibana é ex-campeã peso-mosca do Invicta FC. O cartel todo é de 15 triunfos (3 KO/TKO, 5 finalizações e 7 decisões), quatro derrotas e um empate.

Se para alguns a estreia da atleta no UFC já deveria ter acontecido, para Jennifer tudo veio no momento certo. 

 
A post shared by Jennifer Maia (@jennimaiaufc) on May 28, 2018 at 1:47pm PDT

"Me sinto muito feliz e bem preparada, porque as minhas lutas anteriores serviram de experiência para eu conseguir chegar até aqui. Tudo foi bagagem para estrear bem", disse em conversa com a reportagem do UFC Brasil.

Mais UFC Boise: Conheça Blagoy Ivanov | Os brasileiros do evento | Cigano cita apoio da família

O desafio da vez é a veterana Liz Carmouche, número 7 do ranking. Considerando suas credenciais, é fácil pensar que Jennifer fica perto de uma disputa de cinturão caso vença a norte-americana de maneira notável.

Porém, para a brasileira, não há pressa.

"Estou deixando acontecer. Eu vou trilhando meu caminho para cada luta ser melhor que a outra e dar show para o público. É isso que eu gosto e é o mais importante: os fãs têm que gostar do meu trabalho. Eu acredito que em breve eu possa disputar o título", afirmou.

Emocionar os fãs. Se isso é o mais importante, o que o público que acompanha o Ultimate pode esperar das atuações de Jennifer no Octógono?

"Eles vão ver uma pessoa que luta com o coração, com garra. Eu luto para mostrar para todos o quanto esse esporte é emocionante, e podem esperar muita emoção porque sei que toda luta é uma guerra. Eu quero dar alegria para quem me assistir".

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube