Pular para o conteúdo principal

Johnson finaliza Horiguchi aos 4m59s do quinto round e mantém o cinturão dos moscas

Rampage derrota Maldonado por decisão unânime; Thominhas nocauteia Jabouin no primeiro round


Demetrious Johnson mostrou novamente por que é um dos melhores atletas de MMA do mundo. O norte-americano pressinou o japonês Kyoji Horiguchi a todo instante e venceu a luta principal do UFC 186 faltando apenas um segundo para acabar o combate, mantendo o cinturão dos moscas pela sexta vez. Mostrando a capacidade atlética e a velocidade de sempre, o campeão alternou bons golpes em pé com um forte jogo de wrestling, anulando completamente o desafiante durante toda a luta, até aplicar uma chave de braço no final do quinto round. A finalização foi a mais tardia na história do UFC.

- Canadenses levam a melhor sobre estrangeiros nas preliminares do UFC 186

"Eu tive que testar meu wrestling. Ele treinou com o Daniel Cormier, o que é um grande desafio. O Horiguchi tem um estilo de caratê que eu nunca tinha visto, então segui a estratégia traçada durante os treinamentos, que foi colocá-lo para baixo e passar a guarda. Eu vi que tinha a chance da chave de braço, então aproveitei. Queria terminar a luta antes disso, mas não consegui", falou o campeão no octógono.

Em seu retorno ao Ultimate após dois anos longe da organização, Quinton Rampage Jackson derrotou Fábio Maldonado por decisão unânime, em u combate no peso-casado. O ex-campeão dos meio-pesados ditou o ritmo na maior parte do combate e conseguiu aplicar bons socos no brasileiro, que novamente mostrou o seu queixo de aço e absorveu os golpes. "Estou de volta! Eu queria vir e lutar para os fãs canadenses, que são um dos melhores do mundo. Eu estava errado em deixar o UFC. Aqui é a melhor organização do mundo. Precisei lutar em peso-casado pelo stress que passei. Fábio Maldonado é um boxeador e fez um excelente trabalho em trocar comigo, pois ele sabe o poder de nocaute que tenho", comentou o norte-americano. Um fato inusitado foi que o cutman precisou cortar as unhas dos pés do brasileiro antes dele entrar no octógono, pois estavam muito grandes e poderiam ferir Rampage.

- Assine o Canal Combate e não perca nenhuma edição do UFC

Thomas Almeida teve uma apresentação espetacular contra Yves Jabouin e manteve a invencibilidade ao conquistar a 18ª vitória na carreira, a 15ª no primeiro round. O brasileiro começou tímido em seu segundo combate no Ultimate, mas se soltou e acertou um chute na linha de cintura do haitiano, que sentiu. Thominhas então desferiu uma verdadeira saraivada de socos, obrigando o árbitro a interromper a luta. "O nocaute estava entalado. O Yves é muito duro e estou feliz por ter passado por ele. Treinei muito e é mais um nocaute para a minha carreira", falou ainda no octógono.

Michael Bisping e CB Dollaway levaram todo o clima tenso da encarada durante a pesagem para o octógono e deram um verdadeiro show. O norte-americano chegou a derrubar o inglês com um cruzado de esquerda no primeiro round, mas Bisping mostrou uma ótima recuperação e venceu o combate por decisão unânime. Em outra luta no peso-casado, John Makdessi precisou de dois knockdowns para derrotar Shane Campbell por nocaute técnico no final do primeiro round. O canadense teve uma excelente apresentação e castigou seu adversário na trocação e ground and pound, não dando chances ao estreante.

Confira os resultados do UFC 186:

Card Principal
Demetrious Johnson venceu Kyoji Horiguchi por finalização no R5
Quinton Rampage Jackson venceu Fábio Maldonado por decisão unânime (29-28;30-27;30-27)
Michael Bisping venceu CB Dollaway por decisão unânime (triplo 29-28)
John Makdessi venceu Shane Campbell por nocaute técnico no R1
Thomas Almeida venceu Yves Jabouin por nocaute técnico no R1

Card Preliminar
Patrick Coté venceu Joe Riggs por decisão unânime (triplo 29-28)
Alexis Davis venceu Sarah Kaufman por finalização no R2
Chad Laprise venceu Bryan Barberena por decisão unânime (29-28;29-28;30-27)
Olivier Aubin-Mercier venceu David Michaud por finalização no R3
Nordine Taleb venceu Chris Clements por decisão unânime (triplo 30-27)
Valerie Letourneau venceu Jessica Rakoczy por decisão unânime (29-28;29-28;30-27)
Randa Markos venceu Aisling Daly por decisão unânime (30-27;29-28;29-28)