Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Jon Jones diz que nova vitória no UFC 200 vai "arruinar legado de Daniel Cormier"

Meio-pesados disputam unificação dos cinturões neste sábado (9)


A luta principal do UFC 200 começou muito antes de Daniel Cormier e Jon Jones pisarem no octógono para se enfrentarem pela segunda vez. Desde antes do primeiro combate entre ambos, vencido por Jones em decisão unânime dos jurados em 2015, uma intensa inimizade surgiu e apimentou a rivalidade entre os dois melhores meio-pesados do mundo atualmente.
Nesta quarta-feira, em coletiva de imprensa realizada em Las Vegas, o clima não foi diferente. Antes de realizarem a encarada mais tensa entre todos os atletas do card principal do evento de sábado (9), Jones e Cormier mais uma vez não fizeram questão de esconder a animosidade que existe entre os dois.
Contagem regressiva para o UFC 200: Estrelas do futuro | Candidatos ao Hall da Fama | Donos do show | Falastrões | Melhores finalizações | It's time! A trajetória de Miesha Tate | O legado de GSP | Melhores nocautes | Melhores eventos | Momentos bizarros | Momentos históricos | Os melhores strikers | As melhores entradas | Maiores surpresas da história
Perguntado sobre o que uma derrota para seu rival significaria para a continuação de sua carreira, após tantas polêmicas fora do octógono, “Bones” foi categórico, e disse que o revés seria muito pior para Cormier do que para ele.
“Eu não me vejo perdendo, mas não acho que minha carreira se baseará nisso. Ainda tenho 10 anos de carreira pela frente, então nada será definitivo. Já no caso dele, seria devastador, por causa da idade e por já ter perdido de mim”, disse o atual detentor do cinturão interino da divisão, “Uma nova derrota vai arruinar seu legado”.
Cormier, por outro lado, ouviu as provocações do adversário com maior paciência, sem retrucar, e se limitou a dizer que pretende resolver as diferenças com Jones na hora da luta.
“Para ele, isso é um jogo. Para mim, não. Eu cansei das provocações e de ficar discutindo. Prefiro mostrar no octógono o que venho fazendo nos treinos. Estou pronto para lutar”, afirmou o campeão linear.
Leia também: Quem é o nº 1 peso-por-peso do mundo? | Do UFC 100 ao 200
Troca de “elogios”
Logo no início da coletiva, os dois desafetos foram desafiados por um repórter a citarem qualidades um do outro.
“Ele tem uma boa barriga para socar”, disse um descontraído Jon Jones, arrancando gargalhadas do público presente. “Ele é bastante competitivo. É um bom lutador”, respondeu Cormier, mostrando maior seriedade.
“DC” e “Bones” fazem a luta principal do UFC 200, neste sábado. O evento terá ainda as disputas dos cinturões peso-galo feminino - entre Miesha Tate e Amanda Nunes - e interino peso-pena - entre Jose Aldo e Frankie Edgar, além do aguardado retorno de Brock Lesnar, que enfrenta Mark HuntAssine já o Combate e não perca!
O canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC