Pular para o conteúdo principal
Notícias

Jon Jones nocauteia Gustafsson e reconquista o cinturão dos meio-pesados no UFC 232

Americano precisou de três rounds para dar números finais ao duelo

Ele está de volta! Jon Jones não tomou conhecimento de Alexander Gustafsson e reconquistou o cinturão dos meio-pesados com um nocaute sobre o sueco no último sábado (29), na luta principal do UFC 232.

Social Post

O duelo começou com muito estudo. Jones encurtava a distância e conseguia acertar bons golpes em Gustafsson, que tentava responder sem grande efetividade. No segundo round, o ritmo do duelo aumentou e Jones passou a arriscar golpes mais potentes, como overhands e chutes altos. Gustafsson foi para cima na segunda metade do round e tentou encurralar o americano, mas o campeão buscou o clinch para evitar os ataques do rival.

Mais UFC 232: Amanda Nunes nocauteia Cyborg | Resultados do card preliminar

No terceiro e último round, veio a vitória. Jones conseguiu derrubar Gustafsson e pegar as costas. O norte-americano então castigou o rival no ground and pound até ter sua vitória decretada pelo árbitro, retomando seu cinturão após a suspensão recebida no UFC 214, sem setembro de 2017.

VEJA A ENTREVISTA DE JON JONES NO OCTÓGONO

A vitória por nocaute também fez com que o campeão ultrapassasse Chuck Liddel como o lutador que mais venceu na história do UFC entre os meio-pesados, com 17 triunfos na categoria.

TODOS OS RESULTADOS DO UFC 232

CARD PRINCIPAL
Jon Jones venceu Alexander Gustafsson por nocaute aos 2m02s do 3º round;
Amanda Nunes venceu Cris Cyborg por nocaute aos 51s do 1º round;
Michael Chiesa venceu Carlos Condit por finalização (kimura) aos 56s do 2º round;
Corey Anderson venceu Ilir Latifi por decisão unânime (triplo 29-28);
Alexander Volkanovski venceu Chad Mendes por nocaute técnico aos 4m14s do 2º round;

CARD PRELIMINAR
Walt Harris venceu Andrei Arlovski por decisão dividida (27-30, 29-28 e 29-28);
Megan Anderson venceu Cat Zingano por nocaute técnico aos 1m01s do 1º round;
Petr Yan venceu Douglas D'Silva por nocaute técnico aos 5m do 2º round;
Ryan Hall venceu BJ Penn por finalização (chave de calcanhar) aos 2m46s do 1º round;
Nathaniel Wood venceu Andre Ewell por finalização (mata-leão) aos 4m12s do 3º round;
Uriah Hall venceu Bevon Lewis por nocaute aos 1m32s do 3º round;
Curtis Millender venceu Siyar Bahadurzada por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27);
Montel Jackson venceu Brian Kelleher por finalização (triângulo de mão) aos 1m40s do 1º round.

Assine o combate | Siga o UFC Brasil no Youtube

Jon Jones é hoje o campeão mais dominante dentro do octógono?

Respostas