Pular para o conteúdo principal

José Aldo corre para a galera em treino do UFC

Brasileiro fura esquema de segurança, escapa da imprensa e corre para a torcida presente no Maracanã

 

Enquanto caminhava do túnel do Maracanã até o palco dos treinos abertos do UFC, Aldo olhava atentamente a torcida que gritava o nome do campeão. Foi nesse momento que o semblante, até então sério e focado em Chad Mendes, deu espaço para um sorriso com o sentimento de ‘estou em casa’.

A sensação era de que o lutador queria estar ali com a torcida o mais rápido possível para poder retribuir todo o carinho. E foi exatamente o que aconteceu. Aldo cumpriu o programa dos treinos abertos e, num piscar de olhos, tirou a camisa e correu para a galera. ‘É o décimo segundo jogador. Não estou sozinho contra o Chad Mendes’ disse o lutador sobre o apoio dos fãns.

A cena parecia um repeteco de janeiro de 2012, quando o lutador saiu correndo no meio dos jornalistas e fotógrafos para saudar o público que estava na arquibancada, logo após se exercitar com a equipe em cima do tablado e antes de conceder entrevista para a imprensa.

Há dois anos e meio, ele protagonizou cena histórica ao correr enlouquecido e se misturar ao povo após nocautear o americano Chad Mendes, que será novamente seu adversário neste sábado, no UFC 179.

Durante todo o tempo Aldo teve seu nome gritado pelos fãs, enquanto Chad Mendes, apesar de muito simpático, foi vaiado. A galera só deu uma trégua para o americano quando ele se juntou a torcida para autógrafos e fotos.

Encarada rápida e tranqüila

José Aldo e Chad Mendes tiveram uma encarada rápida e tranqüila, diferente do ocorrido na abertura da venda de ingressos. Na ocasião, ambos se empurraram e precisaram ser separados pelos seguranças.