Pular para o conteúdo principal

Leitura de luta: A primeira chave de omoplata ninguém esquece

 

Demorou 21 anos, mas finalmente uma chave de omoplata ocasionou finalização em disputa no UFC. No Fight Night Tulsa, Ben Saunders usou o tradicional golpe de jiu-jitsu para embolar Chris Heatherly e fazer o adversário dar os três tapinhas em desistência.

A chave de omoplata impressiona por ser de difícil execução por causa das diversas possibilidades de escape, principalmente em lutas de alto nível, na qual os lutadores são 'vacinados' contra golpes e transições mais complexas. No caso do MMA, não se usa gi ou quimonos, o que também torna as defesas mais fáceis em manobras do tipo. O recurso também pode ser usado como uma variante de 'raspagem', ou inversão de posição.

Como muitos adeptos do grappling costumam dizer, trata-se de um 'básico mais complicado' (se é que você me entende).

1 - O lutador coloca a perna na axila do adversário e gira 180 graus, para travar o braço com a própria perna.

2 - Com a posição estabilizada, controla-se o oponente ao projetar seu próprio corpo para frente, para aumentar gradativamente a pressão no ombro até que não haja mais como escapar.

Em Tulsa, a omoplata foi usada por Saunders como uma variação para um triângulo (estrangulamento com as pernas) que não surtiu o efeito desejado. Ele aproveitou a posição das pernas em volta do pescoço de Heatherly para mudar o ângulo da pegada e atacar um dos braços do adversários que estava na guarda.

Saunders é aluno direto de Eddie Bravo, um professor visionário e polêmico na mesma medida. Norte-americano de origem mexicana, aprendeu jiu-jitsu na fonte brasileira com a família Machado – co-irmã dos Gracies e uma das pioneiras em lecionar a arte marcial nos Estados Unidos -, mas mudou parâmetros e técnicas, até criar um estilo próprio, denominado 10th Planet (Dez planetas), desenhado mais para a parte de submission (quando os atletas competem sem o gi ou quimono), e também para o MMA.

É grande adepto, por exemplo, da 'rubber guard' (ou guarda borracha), uma técnica de controle mais justa, que consiste em travar oponentes usando uma pegada cruzada que o lutador, por baixo, segura o tornozelo direito com a mão esquerda, ou vice-versa.

Bravo lutou duas vezes contra Royler Gracie, em disputas de submission. Na primeira, em 2003, chocou o mundo das lutas ao finalizar um dos melhores representantes da tradicional família com um triângulo.