Pular para o conteúdo principal

Luke Rockhold volta a provocar Weidman: ''O QI de luta dele não é dos mais altos''

Pesos-médios disputam o cinturão no UFC 194, em dezembro


A troca de farpas entre Luke Rockhold e Chris Weidman só aumenta. Depois de o campeão peso-médio declarar que o rival usava as provocações constantes para disfarçar sua insegurança, o desafiante rebateu com mais uma dose de comentários ácidos sobre o compatriota.

Leia tambémChris Weidman chama provocações de Luke Rockhold de insegurança | Assine o canal Combate

“Parece que o Weidman está dormindo. Não sei o que passa pela cabeça dele. Não sei se ele se convenceu psicologicamente de que nós temos medo dele, ou algo do tipo. Acho que ele vai ter um despertar amargo”, declarou Rockhold ao portal MMA Fighting. “Vou começar a levar energéticos para nossas conferências de imprensa, só para dar algo extra para ele promover a luta. As entrevistas dele são tão boas quanto assistir tinta secando na parede”, alfinetou.

Ex-campeão do Strikeforce e dono de um cartel de 14 vitórias e duas derrotas, Rockhold tem um pouco mais experiência no esporte do que Weidman, que está invicto em suas 13 lutas na carreira. É justamente por isso que ele diz acreditar que tem vantagens sobre o rei da divisão até 84kg.

“Acho que sou mais relaxado do que o Weidman, e ele não percebeu isso ainda. Ele é muito duro, ele vence muita coisa por causa do coração, mas acho que não usa sua cabeça muito bem. Parece que a visão dele durante a luta é nublada. O QI de luta dele não é dos mais altos. Ele vai para cima de maneira descuidada, não se ajusta. Eu já passei por essa fase na carreira, mas aprendi a ajustar o jogo, ver o que o meu oponente oferece e contra-atacar”, disse.

Weidman e Rockhold se enfrentarão na segunda luta principal do UFC 194, que acontece em 12 de dezembro em Las Vegas, e o desafiante garante que não está preocupado com uma das maiores armas de seu adversário.

“Eu entendo que o Chris é um wrestler ofensivo, mas isso não é wrestling. Ele não vai conseguir ditar o ritmo da luta. Ele acha que vai controlar o cage como sempre fez com esses caras que têm medo do seu wrestling, e eu vou encontrá-lo bem no meio e pará-lo. Vou acordar esse tolo”, sentenciou.

A luta principal do UFC 194 fica por conta de José Aldo e Conor McGregor, que batalham pela unificação dos cinturões dos pesos-penas.

Visite a UFC Store
Baixe o aplicativo do UFC
Siga o WhatsAPP UFC e fique por dentro das notícias