Pular para o conteúdo principal

Mais letal nos golpes em pé, Erick Silva sabe que pode nocautear Neil Magny

Brasileiro enfrenta o norte-americano na noite deste domingo, no Canadá

Erick Silva soube na última semana que seu adversário Rick Story estava lesionado e seria substituído por Neil Magny, no UFC deste domingo, no Canadá. O brasileiro precisou fazer algumas mudanças em seu treino, chamou atletas mais altos para simular o adversário e passou horas estudando lutas antigas para saber o que precisa fazer para sair vitorioso do octógono.
Card completo | Assine o Combate
Conhecido pela explosão logo no início da luta, Erick Silva admite que tem trabalhado com seus treinadores para conseguir usar o benefício com mais inteligência. Prova disso é a quantidade de socos que ele vem acertando nos rivais. “Estou dando menos golpes, mas com uma taxa de acerto muito maior. Antes eu acertava cerca de 60% dos golpes, mas conseguimos aumentar para 90%.”.

Vindo de duas vitórias por finalização, Erick Silva estava no Rio de Janeiro, no começo de agosto, quando Demian Maia finalizou Magny. Ele admite que o jiu-jitsu pode ser um dos caminhos para a vitória, mas sabe que também pode vencer por nocaute. “Não vi todas as lutas, mas ele não enfrentou nenhum atleta com a mão tão pesada quanto a minha.”

Sobre vencer duas seguidas pela primeira vez:
Sempre vai ter alguém para falar das minhas atuações: vão dizer que preciso ganhar de um top 10 da categoria, depois de um top 5 e em seguida top 3. Eu procuro não escutar as coisas ruins e sigo fazendo o meu trabalho, mais concentrado em meu treinamento. O resultado vem com os treinos, independente se estou ganhando ou perdendo.

Sei que sempre vou explodir quando tiver oportunidade, mas estou mais cauteloso

Mudança na dieta para perder peso para a luta:
Venho fazendo um corte de peso que nunca tinha feito. Eu costumava diminuir bastante o carboidrato um mês antes da luta e quase zerava na semana final. Mudei tudo isso, estou comendo carboidrato, nem parece que eu vou lutar. Todos os dias acordo e mando meu peso, temperatura do corpo e batimentos cardíacos para o meu médico. O Rogério Camões (preparador físico) já agenda tudo que preciso fazer durante a semana, assim meu corpo não fica tão desgastado. Não fico mais estressado, estou de bom humor, consigo treinar mais disposto e a preparação rende muito mais.

Controle da explosão logo no começo da luta:
Visualizamos muito esse aspecto durante os treinos. Sei que sempre vou explodir quando tiver oportunidade, mas estou mais cauteloso. Estou conseguindo estudar melhor esse momento, a experiência ajuda bastante. Estou dando menos golpes, mas com uma taxa de acerto muito maior. Antes eu acertava cerca de 60% dos golpes, mas conseguimos aumentar para 90%. Assistimos vários vídeos de lutas e melhorando os treinamentos. Estou mais letal nos golpes, não adiante soltar 20 socos e acertar apenas cinco. Isso ajuda a não cansar muito, agora me movimento apenas o necessário.

Mudança de rival poucos dias antes da luta:
Todo mundo está propício a lesões, pois treinamos bastante. Nosso corpo vai ao extremo, sempre podemos nos machucar. A luta vai ser totalmente diferente, pois o Magny é maior e destro. Passei minha vida lutando contra atletas como ele. É melhor quando você treina para canhoto e enfrenta um destro, o ruim seria se estivesse treinando para destro e mudassem para canhoto. Estou muito bem fisicamente, aceitei esse desafio porque sei que sou capaz de vencer. Tenho pouco tempo para estudar o novo rival, mas não vai ser tão complicado. No dia que soube da mudança já começamos com um intensivo.

Jiu-jitsu é o caminho para vitória?
Todo mundo fala isso, que o Demian Maia mostrou o caminho. Eu concordo que é um caminho para vencer, mas não vejo porque não ir para trocação com ele. Sei que posso nocautear se apostar na luta em pé, não quero trocar e depois ir para finalização. Passei muito tempo vendo suas lutas, encontrei muitas brechas no jogo em pé dele. Não vi todas as lutas, mas ele não enfrentou nenhum atleta com a mão tão pesada quanto a minha.

Visite a UFC Store
Baixe o aplicativo do UFC
Siga o WhatsAPP UFC e fique por dentro das notícias