Pular para o conteúdo principal

Marquardt e Do Bronxs finalizam bonito em Auckland

Armlock do americano e triângulo de mão do brasileiro são os pontos altos do card principal na Nova Zelândia

O Ultimate Fighting Championship chegou pela primeira vez em Auckland, na Nova Zelândia, com o UFC Fight Night no Combate – Te Huna x Marquardt, na madrugada deste sábado. Apesar da bela vitória por finalização de Nate Marquardt na luta principal, o mais importante para os fãs brasileiros foi o triunfo de Charles “do Bronx” Oliveira. Outro brasileiro no Octógono, o estreante Rodrigo Monstro acabou derrotado.  

Em busca da segunda vitória seguida, o peso pena brasileiro Charles “do Bronx” Oliveira teve pela frente o indigesto japonês Hatsu Hioki. E o brasuca não teve vida fácil numa luta eletrizante. Charles tentou uma guilhotina e derrubou, mas, escorregadio, Hioki conseguiu se desvencilhar e pegou as costas do brasileiro. Nos instantes finais do primeiro assalto, Bronx conseguiu derrubar novamente e tentou o triângulo de mão para estrangular. Na segunda parcial, Hioki seguia duro, num jogo de controlar o oponente e aproveitar os momentos exatos para ganhar terreno. Uma dedada involuntária nos olhos de Oliveira parou a luta por alguns minutos, mas na sequência Hioki derrubou e pegou as costas. O round seguia complicado para Charles, quando ele conseguiu, no último minuto, encaixar novamente o triângulo de braço. Só restou ao japonês dar os três tapinhas da desistência, aos 4min32s.

“Hioki é um cara muito duro, mas treinei muito e hoje não perderia por nada. Sou lutador de jiu-jitsu, finalizador, e quem entrar aqui tem que ser melhor de jiu-jitsu que eu”, declarou Charles, que aproveitou para desafiar Nik Lentz, lutador que já enfrentou, mas o confronto acabou em no contest por conta de uma suposta joelhada ilegal.

Na principal luta da noite, o veterano Nate Marquardt, numa série de três derrotas, veio em busca da recuperação contra o preferido do público James Te Huna, que estreava entre os pesos médios após duas derrotas seguidas na divisão de cima para Mauricio Shogun e Glover Teixeira. Marquardt logo abriu vantagem com uma joelhada no rosto do oponente, em seguida derrubou e passou a controlar o round. Nate chegou à montada e aproveitou o desespero de Te Huna na tentativa de escapar da posição para aplicar um belo e justo armlock aos 4min34s.

No co-evento da noite, entre os pesos pesados, o australiano Soa Palelei vinha como favorito contra o americano Jared Rosholt. Mas, em uma luta sem grandes emoções, quem levou a melhor foi Rosholt. Palelei surpreendeu ao tentar derrubar o americano, que é especialista em wrestling. E a estratégia deve ter minado o fôlego do australiano, que passou a ser controlado, sem esboçar reação. Na tática do abafa, Rosholt prensou o oponente nas grades, conseguiu derrubar e controlou no chão. Apesar das vaias, o desempenho valeu a vitória por decisão unânime para Jared Rosholt, a sua terceira no UFC.

Na primeira luta do card principal, tanto o lutador local Robert Wittaker quanto o americano Mike Rhodes vinham de resultados negativos, portanto a vitória era mais que importante no Octógono na Nova Zelândia. Campeão do TUF Smash, Wittaker dominou o centro do tablado e variou bem com chutes e socos. Mas foi com os punhos que o lutador garantiu os melhores momentos e levou vantagem nos dois primeiros rounds. Disposto a administrar no assalto final, Wittaker sacramentou o resultado com uma queda. Com vitória por decisão unânime, agora Robert Wittaker pode respirar aliviado, recuperado de uma série de dois reveses.

Nas preliminares, o brasileiro Rodrigo “Monstro” de Lima não teve sorte em sua estreia pelo UFC. O irmão do lutador Michel “Trator” foi bem no round inicial, quando chegou perto de finalizar com um triângulo, mas na sequência não conseguiu superar o jogo em pé de Neil Magny, que aplicou boas combinações para chegar ao nocaute técnico aos 2min32s da segunda parcial.
 

Confira todos os resultados:
Nate Marquardt finalizou James Te Huna com um armlock aos 4min34s doR1
Jared Rosholt venceu Soa Palelei por decisão unânime
Charles “do Bronx” Oliveira finalizou Hatsu Hioki com um triângulo de mão aos 4min32s do R2
Robert Wittaker venceu Mike Rhodes por decisão unânime

Preliminares
Jake Matthews finalizou Dashon Johnson xom um triângulo aos 3min16s do R3
Richie Vaculik venceu Roland Sangcha’an por decisão unânime
Vok Grujic venceu Chris indich por TKO aos 4min55s do R1
Neil Magny venceu Rodrigo Monstro por TKO aos 2min32s do R2
Daniel Hooker venceu Ian Entwistle por TKO aos 3min34s do R1
Gian Villante venceu Sean O’Connell por decisão unânime