Pular para o conteúdo principal

McGregor fala em corrupção e pede antidoping para Aldo: "é uma vergonha'

 Lutadores se enfrentarão no dia 12 de dezembro, em Las Vegas, no UFC 194

O campeão José Aldo e o campeão interino Conor McGregor tiveram mais uma encarada tensa na sexta-feira. Logo depois, o irlandês disse que José havia fugido da luta, enquanto o brasileiro falava que ele não esperava reação na encarada. E a rivalidade entre os dois continua ganhando força, com McGregor afirmando que Aldo precisa ser testando mais vezes. Os dois têm encontro marcado para 12 de dezembro, em Las Vegas, no UFC 194. 
Encarada tensa | Card do UFC 194 | Assine o Combate

"Eu fui testado no antidoping, sou testado constantemente. É o traseiro sombrio do Aldo que não é testado lá no Brasil. Com toda essa corrupção por lá, um policial da academia prendeu o cara que estava coletando o teste. É a coisa mais sombria que eu já ouvi na vida! Eu me submeto ao teste, ele não, então testem esse cara", disse o irlandês ao site do Canal Combate.

McGregor fez questão de lembrar o caso do coletor da Comissão Atlética de Nevada que foi enviado ao Brasil e quase foi deportado por não ter o visto certo para trabalhar no país. A entrevista termina com McGregor afirmando que espera que o UFC consiga resolver os testes realizados fora dos Estados Unidos.

"Espero que ele seja testado, ele tem que ser. Já fui testado pela Comissão Atlética de Nevada, mas acredito que o UFC ainda está tentando entender como as coisas vão funcionar (fora dos EUA). Aldo deveria ser testado agora mesmo, hoje aqui em Las Vegas (durante a coletiva de imprensa do Ultimate) ou durante todo esse período (até a luta) e, se isso não aconteceu ainda, é vergonhoso!".
Visite a UFC Store
Baixe o aplicativo do UFC
Siga o WhatsAPP UFC e fique por dentro das notícias