Pular para o conteúdo principal
Atletas

McGregor fala em lutar no Brasil

Brasileiro comentou sobre a possibilidade de uma revanche com o irlandês na coletiva de imprensa do UFC Fortaleza

A vitória de José Aldo sobre Renato Moicano no UFC Fortaleza, realizado no último sábado (02), pode reacender uma antiga rivalidade do brasileiro. Após o fim do evento, o irlandês Conor McGregor postou em suas redes sociais um elogio sobre o clima do evento no Brasil e expressou o desejo de lutar no país um dia.

Social Post

"Que atmosfera incrível no Brasil esta noite. ADORARIA competir para todos os fãs brasileiros apaixonados em algum ponto da minha carreira. Estava tão perto de fechar uma luta no Rio ano passado. Era praticamente certo. Talvez da próxima vez. Ui Vai Morrer!! Ainda estou aqui"

Mais UFC Fortaleza: Marlon e Aldo vencem | Demian e Charles finalizam | Johnny Walker dá show | Finalização de Marlon | Nocaute de Aldo | Bônus

Durante a entrevista coletiva após o UFC Fortaleza, Aldo foi perguntado pelos jornalistas sobre a possibilidade de enfrentar novamente o irlandês, e o brasileiro não titubeou na resposta.

"Que coisa linda! Para mim seria ótimo. Mas se tivesse a oportunidade no peso de cima já era melhor ainda que não sofria no peso. E para mim seria ótima essa luta, acho que a primeira vez a gente não pôde mostrar o nosso trabalho, ele conectou um bom golpe, parabéns para ele. Mas se a gente tivesse outra oportunidade, pode ter certeza que a história seria diferente", comentou.

Veja o que rolou de melhor no card principal do UFC Fortaleza

Confira todos os nocautes e finalizações dos lutadores do card principal do UFC Fortaleza.

Brasil

Aldo também falou da vitória sobre Moicano na segunda luta mais importante da noite. O ex-campeão dos penas rasgou elogios ao rival e comentou sobre a estratégia para sair com o braço levantado.

"Ele tem uma boa envergadura, um tamanho bom. Acho que a categoria está se renovando assim, cada vez mais alta. Tentei manter a calma, tentei atacar no momento certo. A gente foi mapeando o jogo dele para ver o que tinha preparado desde o início da luta, ver o que ele poderia fazer comigo. Sei que ele tem um bom jab, chuta bem na panturrilha, e eu tinha só que bloquear esses golpes a atacá-lo, porque sabia que na primeira mão minha que entrasse ele ia sentir", finalizou.

Assine o combate | Siga o UFC Brasil no Youtube

Você gostaria de ver uma revanche entre Conor McGregor e José Aldo?

Sim
97% (1 voto)
Não
3% (1 voto)
Total votes: 636