Pular para o conteúdo principal

McGregor revela que quase desistiu de ser treinador no TUF 22

Irlandês enfrenta José Aldo no UFC 194, em dezembro


Conor McGregor compete com Urijah Faber no posto de treinador do The Ultimate Fighter 22, mas o campeão interino do peso-pena chegou perto de cancelar sua participação no programa. Em entrevista ao canal Fox Sports norte-americano, o irlandês revelou que uma mudança de planos, causada pela lesão de José Aldo, tirou sua motivação para ser líder de um dos times.

Leia tambémJosé Aldo e Conor McGregor fazem encarada intensa no TUF 22Urijah Faber cogita luta entre Conor McGregor e TJ Dillashaw | Assine o canal Combate

“Antes da luta eu estava animado. O José deveria ter lutado, e então eu faria o TUF contra o Chad (Mendes). O plano original era esse. Obviamente, aconteceu que o José se afastou da luta. Eles me deram o Faber, mas não me deixariam enfrentá-lo, então minha energia acabou. Eu não queria mais fazer isso. Não significava nada para mim”, afirmou.

Em julho, McGregor conquistou o cinturão interino após nocautear Chad Mendes no UFC 189. Depois da luta, o atleta acabou mudando de ideia sobre o programa, e analisou que, mesmo com as mudanças, assumir seu posto no reality show valeu a pena.

“Quanto mais eu penso, e vendo as lutas para entrar no programa, vejo que essa é a vida que eu escolhi. É a vida que eu criei. Essa é uma oportunidade única na vida. Em vez de fugir e sentir a necessidade de me afastar, estou aceitando tudo”, disse.

McGregor encara José Aldo na luta pela unificação de títulos em 12 de dezembro, no UFC 194, em Las Vegas.

Visite a UFC Store
Baixe o aplicativo do UFC
Siga o WhatsAPP UFC e fique por dentro das notícias